Intelsat inaugura Centro de Operação ao Cliente no Brasil, África do Sul e Índia

Até o momento, 10 profissionais foram contratados para atuar na cidade brasileira e outros ainda devem chegar no segundo semestre.

Imagem ilustrativa de um centro de operações da Intelsat.
Imagem ilustrativa.

A empresa, que atualmente é a maior fornecedora de serviços de comunicações via satélite do mundo, Intelsat, inaugurou um Centro de Operação ao Cliente no Rio de Janeiro.

Além do município brasileiro, as cidades de  Joanesburgo, capital da África do Sul, e Chennai, na Índia, também receberam o novo centro.

Para atuar na cidade do Rio de Janeiro, foram contratados 10 profissionais e outros especialistas adicionais ainda devem chegar no segundo semestre deste ano.

Os técnicos que chegam para atuar na cidade carioca são fluentes em português e espanhol para ajudar no atendimento de todos os clientes da Intelsat na América Latina.

Esses centros são fundamentais para os clientes que receberão atendimento 24h por dia, em todos os sete dias da semana.

Além disso, esses pontos de atendimento irão oferecer soluções de problemas no idioma local, ativações de serviço em diferentes fusos horários e idiomas, incluindo, inglês e francês, além do português e espanhol.

VIU ISSO?

–> Intelsat pede recuperação judicial

–> Intelsat realiza com sucesso resgate espacial

–> Novo satélite da Sky ganha o espaço neste mês

Os três Centros de Operações aos Clientes já estão em funcionamento, mas com os profissionais atuando de maneira remota, por causa dos cuidados preventivos necessários por conta da pandemia.

O projeto que agora chega ao Rio de Janeiro, assim como nas outras duas cidades, é inspirado em instalações da Intelsat nos estados da Geórgia e Virgínia, nos Estados Unidos.

O especialista sênior em atendimento ao cliente na Intelsat Brasil, Felippe Paiva afirma que a capacidade de fornecer esse tipo de suporte aos usuários do serviço, em sua região e idioma, é uma grande mudança.

“Nossa equipe sabe exatamente como resolver qualquer problema para que nossos clientes não tenham preocupação alguma”, explica.

No Brasil, os técnicos devem atuar resolvendo problemas técnicos, monitorando sinais e níveis de serviços, realizando consultas sobre novos serviços e soluções, e ativando terminais.

Já o Chief Services Officer da Intelsat, Mike DeMarco, conta que a empresa está sua infraestrutura de suporte para potencializar o futuro de seus clientes.

“Nossas equipes regionais falam a língua local, entendem a cultura, as prioridades, as equipes e as plataformas de serviço dos nossos clientes”, destaca.

Com informações de Convergência Digital e Assessoria de Imprensa.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários