InfraCo: Rede neutra da Oi já possui dois acordos para atender 268 cidades

Separação estrutural está em curso e unidade de fibra opera como uma empresa neutra e independente.

Nesta segunda-feira, 29 de março, durante teleconferência de apresentação de resultados, a Oi (OIBR3/OIBR4) anunciou que a separação estrutural da InfraCo já está em andamento e que a unidade possui dois acordos com duas grandes operadoras.

Segundo a companhia, os dois contratos cobrem 268 localidades, sendo um de links de 265 Gbps para 250 cidades e outro de 61 Gbps para 18 municípios.

Por enquanto, a Oi divulgou apenas o nome de uma das empresas acordadas, a provedora de internet Vero.

Com a InfraCo, a Oi pretende disponibilizar no atacado uma rede de fibra neutra e independente, levando conectividade para todo o país a partir de contratos com pequenos provedores.

VIU ISSO?

–> Oi registra lucro de R$ 1,8 bilhão no 4º trimestre de 2020

–> Oi Fibra chega à São Paulo no segundo trimestre

–> Pequenos provedores são líderes em banda larga em 76% das cidades

A unidade já possui um escritório administrativo em São Paulo, funcionando com governança independente.

Porém, o CEO da companhia, Rodrigo Abreu, ressaltou durante a apresentação que a InfraCo ainda não tem uma controladora definida e que as operações ainda são financiadas pelo caixa da Oi.

A InfraCo deverá contar com uma rede neutra com mais de 400 mil km de fibra óptica, tendo o plano de atingir 32 milhões de casas passadas (Homes Passed) até 2025.

Após o leilão – previsto para ocorrer no segundo trimestre, mas ainda sem data definida – a Oi deverá ficar com 49% do capital votante da InfraCo.

Por enquanto, o BTG Pactual tem exclusividade nas negociações para a compra da unidade.

Estima-se que a InfraCo receberá investimentos da ordem de R$ 20 bilhões nos próximos 4 anos.

“No ano passado, nós fizemos progresso em nosso foco em provedores de internet como clientes e tivemos um número significativo de ISPs [provedores de internet] buscando as nossas soluções de capacidade ao longo do ano e agora estamos nos concentrando em contratos de FTTH [fibra óptica]”, explicou o CEO da Oi.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários