Apple decreta fim de computador com custo de R$ 67 mil

Poderoso iMac Pro, bem referenciado entre entusiastas da área, vai parar de ser fabricado; entenda.

Ilustração Pixabay + Divulgação Apple
Imagem: Ilustração Pixabay + Divulgação Apple

É o fim para o iMac Pro, computador que fez história entre os ‘topos de linha’ da Apple e, por muitos anos, foi referenciado por entusiastas da área. A máquina, inclusive, era de grande utilidade para profissionais de design, edição de vídeo e outros setores.

Com o anúncio, a empresa começou a ‘queimar os estoques’ do computador, mas quem desejar terá que desembolsar uma boa quantia em dinheiro, já que o modelo básico tem custo de R$ 67.099 no Brasil.

Na prática, a marca manteve apenas a edição básica para venda no site e colocou um aviso de que o produto estaria disponível até o fim do estoque, ou seja, não há mais pretensões de fabricá-lo.

Por ser direcionado a nichos, o computador nunca foi um campeão de vendas. Especialmente por conta dos preços elevados. Outros modelos da “maçã” foram mais bem-sucedidas.

VIU ISSO?

–> Apple lança canal streaming de música gratuito

–> Apple lançará pacote com streaming, jogos e mais por R$ 26,90

–> Inédito: Apple, Amazon e Google vão lançar produto juntas

A diferença entre o iMac normal e o iMac Pro é no hardware, obviamente mais poderoso e pronto para atender usuários que possuem uma demanda ainda maior de processamento.

Há quem diga que a empresa prepara um novo modelo do iMac, para substituir a versão Pro. Só que esse contará com o processador Apple Silicon, ao invés de um AMD Radeon ou Intel.

Mas, os planos da empresa ainda estão sob sigilo e são meras especulações. Enquanto isso, o substituto recomendado para os saudosos do iMac Pro é o iMac de 27 polegadas, com tela 5K e chip Intel Core i9 de 10ª geração.

Com informações de Olhar Digital

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários