CEO da Ericsson está pressionando a Suécia para não banir a Huawei

Empresa sueca ameaça deixar país-sede caso o governo não mude posição em relação à fabricante chinesa.

Em meio à guerra comercial entre Estados Unidos e China, a Suécia pode acabar perdendo uma das principais empresas do setor de telecomunicações, a Ericsson.

De acordo com um jornal local, o CEO da Ericsson, Borje Ekholm, ventilou a possibilidade da empresa deixar a Suécia, caso a ministra do comércio exterior do país não revogue a ordem de banimento da Huawei nas redes 5G.


O anúncio pode ser visto como uma grande surpresa, uma vez que o banimento da fabricante chinesa abriria mais espaço para que a Ericsson vendesse equipamentos 5G na Suécia, país-sede da companhia.

Entretanto, o que tem pesado para a Ericsson é que a empresa também mantém negócios na China, onde tem uma filial.

Com o banimento da Huawei na Suécia, a China também poderia devolver na mesma moeda e bloquear as operações da Ericsson no mercado chinês.

VIU ISSO?

–> Huawei já conquistou 60% do mercado europeu de 5G

–> Deputados querem ouvir chineses sobre a implantação do 5G no Brasil

–> Huawei já fala no desenvolvimento da tecnologia 5.5G

Ekholm enviou várias mensagens contra o banimento da fabricante chinesa, mas o governo sueco ainda não se manifestou publicamente sobre o assunto.

ECONOMIZE! 💰 Compare os planos das operadoras de celular e escolha o mais vantajoso para você.

Assim como os Estados Unidos, a Suécia defende a tese de que empresas chinesas utilizam a infraestrutura de rede 5G para espionar outros países.

Por sua vez, o governo da China e a Huawei negam as acusações.

Até o momento, nenhuma prova dessa espionagem foi de fato apresentada.

Atualmente, a sueca Ericsson, a finlandesa Nokia e a chinesa Huawei são as maiores fabricantes de hardware e software para redes de telecomunicações.

Com informações de Olhar Digital.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários