Operadoras ameaçam ir à Justiça se o Brasil decidir banir a Huawei

Teles pretendem pedir indenização caso elas sofram algum tipo de restrição na compra de equipamentos para redes 5G.

O Governo Federal ainda não emitiu sua decisão quanto a um possível bloqueio da Huawei nas redes 5G do país, mas as principais operadoras já estão se preparando para ir à Justiça para pedir uma indenização, caso Jair Bolsonaro decida impedir o uso de tecnologia da fabricante chinesa.

Conforme noticiado pelo Minha Operadora, na semana passada, a Conexis Brasil Digital, que congrega as empresas de telefonia, emitiu comunicado condenando um eventual bloqueio de fornecedores e pedindo mais transparência por parte do governo sobre o tema.

As teles alegam que o bloqueio da Huawei ou de qualquer outro fornecedor poderia afetar a prestação dos serviços de telefonia e impactar o consumidor brasileiro.

Atualmente, em média, metade das redes 3G e 4G do Brasil já utilizam equipamentos da Huawei. Já a chinesa é a maior fornecedora do mundo em tecnologia 5G.

VIU ISSO?

–> Embaixada da China responde tweet provocativo de Eduardo Bolsonaro

–> Vitória de Biden já faz Bolsonaro reconsiderar banimento da Huawei

–> Ministro Barroso quer leilão técnico para o 5G

Como a futura rede de quinta geração deverá ser implantada a partir da infraestrutura atual, um potencial bloqueio da Huawei forçaria as operadoras a interromper contratos e desembolsar recursos extras para montar uma nova estrutura.

Além disso, com menos fornecedores disponíveis e, por consequência, menos concorrência, a compra de equipamentos poderia ficar mais cara, o que poderia ser revertido no preço dos serviços de telefonia cobrados ao consumidor.

De acordo com o Ministério das Comunicações, a decisão sobre a Huawei será do presidente da República. Jair Bolsonaro deve dar sua palavra final apenas em data mais próximo do leilão do 5G.

Com informações de O Globo.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
9 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários