Oficial: Claro, Vivo e TIM compram a Oi Móvel

Operadoras arremataram a unidade móvel da Oi em leilão desta segunda-feira, 14 de dezembro; CADE e Anatel ainda precisam aprovar.

Ilustração Pixabay
Imagem: Ilustração Pixabay

Esperado há meses, o leilão que decidiu o destino dos ativos de telefonia móvel da Oi foi finalmente concretizado.

As operadoras Claro, TIM e Vivo efetuaram a compra por R$ 16,5 bilhões, conforme já era aguardado pelo mercado.


A homologação foi feita pelo juiz Fernando Viana, da 7ª Vara Empresarial do Rio de Janeiro, na audiência online feita pelo TJRJ.

Agora, o próximo passo é a aprovação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) e CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Por causa da necessidade do aval de ambos as entidades, os recursos provenientes da negociação ainda devem demorar aproximadamente um ano para serem liberados ao Grupo Oi

O leilão dos ativos móveis da Oi é uma parte imprescindível do novo plano estratégico da tele, que envolve também a venda de outros ativos.

VIU ISSO?

–> Oi anuncia fibra óptica de 5ª geração para 2021; conheça

–> Ministério Público quer fim da recuperação da Oi em 12 meses
 
–> Oi tem alta acima de 100% e deve faturar R$ 9 bilhões

ECONOMIZE! 💰 Compare os planos das operadoras de celular e escolha o mais vantajoso para você.

Agora, a próxima grande operação envolverá a negociação pelo controle acionário da InfraCo.

A subsidiária, que concentra os ativos de infraestrutura da Oi, terá seu controle acionário ofertado e vai acumular ainda mais recursos para a Oi quitar dívidas.

Até às 16h47 desta segunda-feira, as ações ordinárias (OIBR3) caíram 5,8%, em R$ 2,24. Já as preferenciais (OIBR4) tiveram queda de 7,51%, em R$ 3,25.

A TIM (TIMS3) foi elevada em 1,44%, com valor atual em R$ 14,75 e a Telefônica Brasil (VIVT3) caiu 1,02%, com valor de R$ 46,57.

Conforme já era previsto, a operadora da Telecom Itália pode ter a maior valorização, já que será a mais beneficiada com a compra.

Confira mais detalhes:

O Minha Operadora teve acesso ao Leilão online da Oi, concedido pela Assessoria de Imprensa do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro.

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
6 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários