Senado aprova uso de recursos do Fust para investir na educação

Proposta de autoria do ex-senador Aloizio Mercadante vai levar banda larga para escolas públicas.

Nesta quinta-feira, 19, o Senado aprovou por 69 votos a 1 o Projeto de Lei nº 172/2020, que libera a utilização do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust) para levar acesso banda larga para escolas.

O projeto agora segue para sanção presidencial.


A proposta é de autoria do ex-senador Aloizio Mercadante (PT) e teve relatoria do senador Diego Tavares (PP).

A PL prevê uso dos recursos para oferecer serviço de banda larga ou mesmo telefonia móvel em escolas públicas.

O texto final também incorporou a permissão para aplicação do Fust para inovação tecnológica em áreas rurais, ampliando o acesso para o agronegócio brasileiro. O projeto cria ainda um conselho gestor para o fundo.

A receita do Fust vêm do pagamento da contribuição de 1% sobre a receita operacional bruta de empresas que prestam serviços de telecomunicações, além de transferências de recursos provenientes do Fundo de Fiscalização das Telecomunicações (Fistel).

VIU ISSO?

–> Unifique defende uso do Fust para levar conexão para áreas remotas

–> Anatel quer usar Fust para ajudar operadoras durante a pandemia

–> Ministério defende aumento da banda larga em escolas

Segundo a Conexis Brasil, a modernização da lei que disciplina o Fust é um pleito histórico. De acordo com a entidade, o fundo foi criado para universalizar o serviço de telefonia fixa. Entretanto, desde a sua criação, foram arrecadados cerca de R$ 25 bilhões, sendo que até agora 0% dos recursos foi utilizado no setor de telecomunicações.

“A modernização do Fust é um grande avanço. Em especial, o dispositivo do texto que possibilita o investimento direto dos recursos pelas empresas vai proporcionar avanços mais rápidos e melhores para a população, pois desburocratiza e torna mais eficiente a política pública ao contar com a expertise do setor para atender as necessidades de conectividade e expansão das redes no país”, destacou Marcos Ferrari, presidente executivo da Conexis.

Com informações de Money Times e Conexis Brasil.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
0 0 voto
Nota para o redator
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários