Mourão minimiza declaração de Eduardo Bolsonaro sobre a China

Vice-presidente afirma que fala do deputado federal não interfere na atuação do governo.

Foto: Antonio Cruz/ Agência Brasil

Nesta quinta-feira, 26, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, minimizou a declaração do deputado federal Eduardo Bolsonaro apoiando a participação do Brasil no programa “Rede Limpa”, do governo dos Estados Unidos.

Em tweet publicado na última segunda-feira, 23, Eduardo aproveitou o tema para acusar os chineses de espionar outros países utilizando a tecnologia 5G, algo que gerou uma reclamação formal da Embaixada da China no Brasil.


Perguntado por jornalistas, o vice-presidente afirmou que a fala do deputado foi apenas uma “declaração” de um parlamentar e que ela não interfere na atuação do governo.

“É exatamente isso o que você falou, declaração. Nada mais do que isso. Estamos trabalhando de forma objetiva e mantendo contato com nossa contraparte na China. A gente segue nosso trabalho normal aqui no governo”, afirmou.

VIU ISSO?

–> Vitória de Biden já faz Bolsonaro reconsiderar banimento da Huawei

–> Ministro Barroso quer leilão técnico para o 5G

–> Deputado questiona Itamaraty sobre acordo entre Brasil e EUA

Mourão ressaltou ainda que a Comissão de Relações Exteriores, presidida por Eduardo Bolsonaro, não é governo, mas uma comissão parlamentar.

Com informações de Exame.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários