Cliente paga fatura em dia mas tem nome negativado pela TIM

Operadora terá que indenizar consumidora do Paraná pelo erro.

O Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR) acaba de emitir decisão favorável a uma consumidora de Cascavel/PR, depois que ela teve seu nome negativado indevidamente pela TIM.

De acordo com o processo, a cliente teve seu nome inscrito no SPC Brasil em junho de 2015 pelo não pagamento de uma fatura de telefonia no valor de R$ 32,90.


Entretanto, a consumidora havia efetuado o pagamento na data do vencimento e apresentou o comprovante em juízo.

A Justiça do Paraná entendeu que a inscrição indevida do CPF da cliente nos cadastros de inadimplentes ofendeu a imagem e o nome dela, já que a mesma não possuía outras negativações.

VIU ISSO?

–> Bloqueio de linha gera condenação para a TIM

–> TIM é condenada a pagar R$ 20 mil em processo na Justiça

–> TIM e Claro terão que indenizar cliente por erro de portabilidade

“O réu, em defesa padronizada, sequer argumenta ou se contrapõe à inscrição realizada meses depois desse pagamento, nada mencionando a respeito, argumentando tão somente com a inocorrência de danos morais”, disse o juiz Rosaldo Elias Pacagnan.

Diante do erro, a TIM terá que pagar uma indenização por danos morais no valor de R$ 5 mil, além de excluir o nome da mulher do órgão de proteção ao crédito.

A operadora ainda pode entrar com recurso.

Com informações de CGN.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários