Transporte privado é a maior demanda dos brasileiros na internet

Táxis e aplicativos de motorista particular como o Uber são os mais solicitados por brasileiros.

Ilustração motorista particular
Imagem: Pixabay

A internet tomou conta da vida de todo mundo, principalmente nos hábitos. Quem não gosta da praticidade de fazer uma compra pela web? Ou pedir uma pizza pelo smartphone? Conseguir um motorista particular em minutos? Pois é, na pesquisa pelo o que os brasileiros mais demandam no digital, quais foram os resultados?

No novo estudo da TIC Domicílios, os táxis e motoristas de aplicativos foram os campões entre os serviços que os brasileiros mais consomem na internet. Quase um terço da população do Brasil, (32%) 40,8 milhões, já solicitou um deles.


O Centro Regional de Estudos para o Desenvolvimento da Sociedade da Informação (CETIC.Br) é o responsável pela medição.

Com a vice-liderança na lista, está o consumo de filmes e séries online. Entre eles, podemos destacar a Netflix, Google Play, YouTube, entre outros aplicativos que lideram no mercado audiovisual brasileiro. Ao todo, 28% da população brasileira faz esse tipo de consumo.

VIU ISSO?
Interesse da AT&T na Oi pode ser um alarme falso? Entenda
Bug do Facebook expõe como a rede obtém informações pessoais nossas
Golpe: Hackers usam falsas vagas de emprego para roubar dados do Facebook

Já na terceira posição, vemos o pedido de refeição online, solicitado por 12% dos brasileiros.

Mais de 23 mil domicílios participaram da consulta, realizada entre outubro de 2018 e março de 2019. Nos números do comércio eletrônico, 60% dos brasileiros com acesso à internet pesquisam preços de produtos e serviços. Já os que compram são 34%.

A pesquisa pode ser de grande utilidade para investidores e pessoas interessadas nesse tipo de mercado. Uma boa maneira de compreender para qual lado se direcionar nos negócios feitos na web.

Abaixo, a lista completa:

  1. Táxis ou motoristas de aplicativo: 32%
  2. Serviços de filmes ou séries: 28%
  3. Pedidos de refeições: 12%
  4. Serviços de músicas: 8%
  5. Reserva de quartos ou acomodações: 5%
  6. Cursos pagos: 5%
  7. Algum outro serviço pago: 5%
  8. Serviços financeiros, como seguros: 5%
  9. Empréstimos ou financiamentos: 3%
  10. Reserva de carro para aluguel: 1%

Com informações do Olhar Digital

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de