Americanet começa a testar 5G no interior de São Paulo

Ativação busca demonstrar a tecnologia para empresas e consumidores finais.

A Americanet acaba de anunciar o lançamento dos primeiros testes da tecnologia 5G, na cidade de Pindamonhangaba, no interior do estado de São Paulo.

A ativação ocorre em parceria com a finlandesa Nokia e teve autorização da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).


A licença da Anatel permite utilizar durante a experimentação as faixas de 3,5 e 26 GHz.

Durante a tarde desta segunda-feira, 26, a Americanet fez uma apresentação da tecnologia e suas funcionalidades para empresas e consumidores finais.

Segundo a operadora, a cidade do interior paulista é considerada estratégica para o desenvolvimento do 5G e aplicação da rede em larga escala, após o leilão das frequências.

“Pindamonhangaba está localizada no Vale do Paraíba, uma região estratégica, do ponto de vista de logística e de negócios com alto poder de investimento, onde encontramos segmentos como o industrial, comércio e varejo, residencial e de segurança pública. Já estamos presentes na região e iremos fomentar o desenvolvimento de novos negócios com o incremento do 5G”, afirma Lincoln Oliveira, CEO da Americanet.

VIU ISSO?

–> Americanet inaugura nova loja no interior paulista

–> Americanet segue ampliando mercado para atender cliente residencial

–> Cidades do Vale do Paraíba ganham rede de fibra ótica da Americanet

Um dos equipamentos demonstrados pela Nokia é o roteador FastMile 5G, que oferece banda larga para residências e pequenas empresas, por meio da rede móvel de nova geração.

Instituições e empresas parcerias também desenvolveram aplicações para esta demonstração. A Universidade Federal de Campina Grande, por exemplo, utilizando a computação de borda e o 5G, apresentou um sistema de realidade aumentada e inferência automática aplicada à segurança pública.

A empresa Neo Vision exemplificou como a conexão de quinta geração pode ajudar na inspeção industrial com a ajuda de drones.

Já o SENAI-SP mostrou como a nova tecnologia pode ajudar na digitalização das indústrias.

A operadora anunciou que pretende implantar o 5G em 25 residências de Pindamonhangaba para experimentar a tecnologia por cerca de dois meses. O objetivo é estudar os benefícios, buscar melhorias e identificar oportunidades de negócio.

É válido ressaltar que essas demonstrações são apenas testes da nova tecnologia. Não se trata de uma rede móvel comercial operacional.

Com informações de Assessoria de Imprensa Americanet.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários