Vice-presidente Mourão defende investimentos no 5G

Para Hamilton Mourão, perder essa janela de oportunidade significaria décadas de atraso para o país.

Hamilton Mourão. Imagem: Flickr - Palácio do Planalto
Hamilton Mourão. Imagem: Flickr – Palácio do Planalto

Hamilton Mourão, atual vice-presidente do Brasil, defendeu fortemente os investimentos na aguardada conectividade de quinta geração.

Para ele, o país não pode perder o bonde da história, ou seja, deixar de embarcar nessa tecnologia junto com outras nações.


Entretanto, o vice-presidente destacou a importância de fazer uma instalação segura.

É necessário proteger a privacidade, assim como os conhecimentos brasileiros sensíveis. Economia, segurança e eficiência também foram pontos abordados por Mourão.

No Brasil, ainda pesa muito a influência dos Estados Unidos na implementação do 5G.

O país segue em forte campanha contra a presença da chinesa Huawei no fornecimento de equipamentos por aqui.

VIU ISSO?

–> Dona da TIM bate recorde europeu de velocidade em uma rede 5G

–> 5G sem Huawei não é um problema, segundo a TIM

–> Como a Claro vai ofertar ‘5G’ antes do leilão de frequências?

Há o temor de que abrir as portas para a companhia viabilize uma suposta espionagem governamental da China.

Em relação a isso, o presidente Jair Bolsonaro já destacou que a decisão e última palavra será dele.

O leilão de frequências para o 5G é previsto para 2021.

Sobre a tecnologia, Mourão destaca ainda que perder essa janela de oportunidade significaria décadas de atraso para o Brasil.

Por sinal, o vice-presidente já comentou sobre a dificuldade de banir a Huawei do país. Confira na matéria abaixo:

Com informações de InfoMoney

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários