Programa de inclusão gasta R$ 39 milhões e não conecta cidades

Objetivo do ‘Amazônia Conectada’ é levar sete mil km de fibra óptica pelo fundo dos rios para garantir sinal nas cidades do Amazonas.

Imagem: Amazonas (Wikipedia)
Imagem: Amazonas (Wikipedia)

Ainda há tempo, mas muito dinheiro já foi gasto e pouco foi entregue. De acordo com um levantamento recente, o programa “Amazônia Conectada”, lançado em 2015 e com investimento de R$ 600 milhões, ainda não conectou cidades do Amazonas.

O objetivo é levar 7 mil km de fibra óptica pelo fundo dos rios, assim será possível conectar várias regiões com ultra velocidade de banda larga.


O potencial é de atingir 52 municípios do Estado e promover uma inclusão digital para 3,8 milhões de habitantes da região, mas o cenário é bem diferente na atualidade.

Ao todo, R$ 39 milhões já foram gastos pelo Exército Brasileiro, responsável pelo programa, mas apenas seis municípios receberam a infraestrutura.

A internet prometida, inclusive, ainda não começou a operar. O projeto tem ainda a pretensão de levar outros serviços para essa região do país. Impulsionar o Ensino à Distância, telemedicina e outros são algumas opções.

Em esclarecimento, o Exército destacou que o “Amazônia Conectada” passou por análises de diversos órgãos.

VIU ISSO?

–> Amazônia Conectada ainda não interligou provedores regionais

–> Anatel aprova plano para ampliar acesso à banda larga no País

–> Lei do Amazonas proíbe SVA sem autorização do cliente

Um dos trechos deve entrar em operação ainda em 2020. O valor de R$ 39,2 milhões foi destinado ao lançamento de 850 km de cabos, 10% do que era previsto.

A estrutura interliga Manaus, Manacapuru, Coari, Tefé, Novo Airão e Iranduba. Mas, a conclusão não foi dentro do que era previsto e houve rompimento em dois trechos.

Em 2019, a principal crítica surgiu em um Tribunal de Contas da União (TCE), onde atestaram uma deficiência na estrutura de governança que não pode garantir o sustento econômico e operacional do programa.

O Exército teria assumido competências excessivas, mas se defende e alega que passou pelas análises necessárias, com inclusão de uma no TCU.

A rede atual deve ganhar mais 400 km de fibra até o fim de 2020.

Com informações de G1

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Helliton Soares Mesquita

Olha nem vou criticar. É uma program de 600 milhões e é quase uma pesquisa. Se o exército gastou 39 milhões e teve rompimento, eles tem que parar e pensar no que deu errado e corrigir mesmo. Pior é se gastasse todo o dinheiro do programa e aparecesse os problemas.

Cidade - UF
Rondonópolis - MT