Governador do MA quer comprar 80 mil chips de celular para alunos

Iniciativa é para colaborar com estudantes que estão sem acesso ao ensino remoto e vão fazer as provas do ENEM 2020.

Ilustração Pixabay
Imagem: Pixabay

O adiamento do ENEM 2020 segue como um tema bem delicado para estudantes de todo o país. Em publicação recente no Facebook, Flávio Dino, governador do Maranhão, comunicou sobre suas tentativas de adquirir 80 mil chips de celular para estudantes do 3º ano do ensino médio.

A ideia é que todos tenham acesso a uma rede móvel de qualidade para intensificar os estudos e ter um bom proveito no exame, agora agendado para janeiro e fevereiro de 2021.


O ENEM foi adiado após muitos pedidos e protestos, mas ainda assim, a nova data não significa que estudantes sem acesso ao ensino remoto terão boas oportunidades de se preparar para as provas.

Afinal, ainda não há uma previsão concreta de retorno às aulas. Se houver, será após setembro. Até janeiro, são poucos meses para recuperar todo o tempo que foi perdido com a suspensão das aulas por conta do novo coronavírus.

No Facebook, o governador Flávio Dino relatou estar com dificuldades em relação às empresas fornecedoras do chip, ou seja, operadoras de telefonia.

Para conter a situação, foi assinado um Decreto de Requisição, conforme comunicou na rede social.

VIU ISSO?

–> ENTREVISTA EXCLUSIVA: CEO destaca os próximos passos da Brisanet

–> Claro acumula 35 usinas de energia renovável

–> Ventania derruba torre de telefonia em São Luís

Confira o desabafo de Flávio Dino:

Tentamos comprar 80 mil chips para entregar aos estudantes do 3º ano do ensino médio da rede estadual, a fim de que…

Posted by Flávio Dino on Sunday, July 19, 2020

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Jean Michel Skaleé

E caso aqueles que não contam com smartphone, fica como? Eh um tema a ser debatido e ao mesmo tempo delicado.

Cidade - UF
Nova Santa Rosa-PR
Eduardo Silva Feitosa

Sem contar que tem muito aluno aqui no MA que vive na zona rural – a cidade que eu morava antes, 70% dos alunos viviam na zona rural – e eles precisariam se deslocar às cidades para ter acesso à rede móvel. E um último problema é a questão do congestionamento de rede, já que a cidade que eu vivia só tem rede 3G de apenas uma operadora, que em condições normais batia 1Mb/s, se todos os estudantes ressolvesse usar ao mesmo tempo, provavelmente não abriria um vídeo sequer. Na minha faculdade (A Estadual do MA) eles informaram que cerca… Leia mais »

Cidade - UF
Balsas - MA