Vivo se diz segura com equipamentos da Huawei

CEO da operadora afirma que mantém no planejamento o uso de produtos da fabricante chinesa.

Em meio à pressão dos Estados Unidos para que o Brasil barre a entrada de equipamentos da Huawei na rede 5G do país, a Vivo mantém em seus planos utilizar produtos da fabricante chinesa em sua infraestrutura de rede.

O anúncio foi feito por Christian Gebara, atual CEO da operadora, durante live realizada nesta terça-feira, 9, pelo site Valor Econômico.


Desde maio do ano passado, a Huawei é acusada pelo governo de Donald Trump de espionagem industrial, o que significaria um risco para a segurança nacional dos EUA e de países aliados.

A empresa e o governo chinês negam todas as acusações.

Entretanto, o executivo da Vivo diz que não identificaram riscos para a companhia ou seus clientes no uso dos produtos chineses. Ele afirma, ainda, que a Huawei é relevante e um dos principais players no desenvolvimento das redes 5G no país.

“A Huawei é uma das empresas mais avançadas e inovadoras tecnologicamente no ramo de telecomunicações, assim como em outros ramos… Hoje, a gente tem a Huawei como fornecedor e cumpre todos os protocolos de segurança locais e globais”, diz o CEO da Vivo.

VIU ISSO?

–> Reino Unido volta atrás e proíbe Huawei em suas redes 5G

–> EUA tentam barrar fornecimento global de chips para a Huawei

–> EUA estão dispostos a financiar 5G no Brasil

Apesar do forte lobby americano, por enquanto, a posição do Brasil é que não se pretende barrar a entrada da Huawei ou qualquer outro fornecedor de equipamentos nas suas futuras redes 5G.

O leilão do 5G no Brasil segue sem data definida, podendo ocorrer no segundo semestre deste ano ou no início do próximo.

Com informações de Valor Econômico.

No UOL Play você encontra filmes, séries, desenhos, shows e esportes ao vivo. Além disso, alugue os títulos que acabaram de sair do cinema. Clique e experimente por 7 dias grátis!

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
0 0 voto
Nota para o redator
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários