EUA tentam barrar fornecimento global de chips para a Huawei

Em resposta, China pretende colocar empresas americanas em uma ‘lista de entidades não confiáveis’.

Nesta sexta-feira, 15, o Departamento de Comércio, em conjunto com o Gabinete de Indústria e Segurança (BIS, na sigla em inglês), dos Estados Unidos, criou novas regras com o objetivo de realizar um bloqueio global de fornecimento de semicondutores para a Huawei.

Desde o ano passado, as empresas americanas estão proibidas de fornecer softwares e hardwares para a chinesa. Entretanto, a Huawei tem conseguido driblar a medida, terceirizando a produção para fábricas fora dos Estados Unidos, onde são utilizados equipamentos fabricados em território americano.


A intenção agora é expandir a autoridade dos EUA para exigir licenças de vendas de semicondutores fabricados no exterior com a tecnologia americana, impedindo que a empresa chinesa receba remessas da cadeia global de suprimentos.

A imposição afeta diretamente a Taiwan Semiconductor Manufacturing Company, um dos principais fornecedores da Huawei. A fabricante precisa de semicondutores para seus smartphones e equipamentos de telecomunicações.

A nova regra já entra em vigor nesta sexta-feira, mas terá uma carência de 120 dias, para não gerar impactos econômicos imediatos.

Em resposta, a China pretende fazer a sua própria lista de empresas americanas consideradas “não confiáveis”, além de iniciar investigações e impor restrições para empresas como Qualcomm, Cisco e Apple, sediadas nos EUA e altamente dependentes do mercado chinês. O governo de Pequim disse, ainda, que pretende suspender a compra de aviões da Boeing.

VIU ISSO?

–> Huawei pode ser banida em bancos americanos

–> Governo dos Estados Unidos fará pente fino nas operadoras do país

–> EUA estão dispostos a financiar 5G no Brasil

Este é mais um capítulo da guerra comercial entre os Estados Unidos e a China. Desde maio de 2019, a Huawei foi incluída em uma lista negra, devido a preocupações de segurança nacional, por espionar clientes e violar sanções dos EUA ao Irã.

Tanto a Huawei como o governo chinês negam as acusações.

Com informações de Reuters e Global Times.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
3 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Clawdhyo Shanntos

“America First”

Cidade - UF
campinas - SP
Cristiano Resende

A queda dos EUA vai ser bem maior e eu torço para que caia e não levante mais.

Cidade - UF
Viçosa MG
Felipe

compartilho o mesmo pensamento.

Cidade - UF
Goiania - GO