Oi sofre nova avaliação negativa

Ambiciosa estratégia de divisão da operadora ainda gera desconfianças e especulações no mercado.

Ilustração Oi
Imagem: Pixabay

O rating de crédito da Oi (OIBR3 / OIBR4) foi rebaixado da categoria B- para CC, pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P). Portanto, é uma perspectiva negativa para a operadora.

A análise surge logo após a divulgação do ambicioso plano que prevê a divisão da companhia em quatro unidades, a venda de três e a oferta do controle acionário da parte que será dedicada para a infraestrutura e rede de transporte, a InfraCo.


Ou seja, a companhia anunciou a criação de uma subsidiária de infraestrutura que poderá atender outras empresas do setor.

Houve até mesmo um reflexo na bolsa de valores, já que as ações da operadora terminaram a quinta-feira, 18 de junho, em alta.

Mas a avaliação negativa reflete os resultados financeiros assim como todos os desafios que a tele terá que enfrentar para concluir seu novo plano estratégico.

A revisão é basicamente um resultado direto sobre as condições apresentadas no aditamento do plano de recuperação judicial.

VIU ISSO?

–> 1T20: Oi cresce na fibra óptica, mas segue com prejuízo e queda

–> Fibra da Oi já compensa parcialmente queda no cobre

–> Claro, TIM e Vivo não podem comprar ativos de infra da Oi

O critério utilizado é interno e não há detalhes a respeito dele.

A classificação é em escala global e considera todos os riscos, incertezas e especulações ao redor da operadora nesse momento crucial de sua operação.

Com informações de InfoMoney

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários