Governo vai rastrear celulares com a ajuda das operadoras

Órgãos públicos terão acesso à dados de movimentação da população.

As operadoras Vivo, Claro, TIM, Oi e Algar Telecom, estão trabalhando em conjunto para oferecer ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) uma solução única que permite monitorar a movimentação da população, incluindo deslocamentos e pontos de aglomeração. A ideia é identificar a concentração de pessoas em áreas de risco de contaminação pelo coronavírus.

Para isso, as empresas pretendem disponibilizar dados de suas redes móveis para que todas as esferas públicas possam acompanhar a evolução da pandemia da Covid-19. As informações fornecidas serão utilizadas exclusivamente para o combate da doença.


Na plataforma, os dados da população estarão em uma nuvem pública, sendo organizados de forma agregada, estatística e anônima, obedecendo as normas da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) e do Marco Civil da Internet.

Outras empresas, universidades e startups podem ser convidadas para incrementar a iniciativa com dados estatísticos ou desenvolver outros aplicativos e casos de uso.

VIU ISSO?

–> Operadoras ganham prazo maior para pagar tributos

–> Câmara quer utilizar recursos do Fust para combater a Covid-19

–> Garotos-propagandas das operadoras se unem em um único comercial

A ideia é aumentar a cooperação entre órgãos públicos e empresas privadas para superar o desafio contra o coronavírus.

Recentemente, a Prefeitura do Rio de Janeiro, em parceria com a TIM, anunciou que pretende implantar um sistema que monitora o deslocamento da população. A solução gera um mapa de calor da concentração das pessoas em regiões afetadas pela pandemia.

Uma solução parecida também deve ser utilizada pelo Governo de São Paulo, a partir de um acordo com a Vivo. O Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) poderá consultar informações agregadas dos paulistas a partir de informações da operadora.

“Este é o primeiro resultado concreto do trabalho realizado pelo Grupo de Pesquisa, Tecnologia e Inovação do Gabinete de Combate ao Covid-19, que vai usar Inteligência Artificial para medir o deslocamento populacional e avaliar os efeitos de medidas como a quarentena no combate à pandemia”, diz Patrícia Ellen, secretária de desenvolvimento econômico, ciência e tecnologia do estado de São Paulo.

Com informações de Agência Telebrasil e Telesíntese.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

3
DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
3 Número de Comentários
0 Número de Respostas
1 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
3 Autores de comentários
Renata Viana SilvaFa WaughanOdair Fernandes Autores recentes de comentários
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
Odair Fernandes
Colaborador
Odair Fernandes

Big Brother corona vírus.

Cidade - UF
Santa Tereza pr
Fa Waughan
Colaborador

O quê 😯 privacidade 0 kkkkkkkkkk

Cidade - UF
Campinas
Renata Viana Silva
Colaborador
Renata Viana Silva

Liberdade vigiada… valeu China!

Cidade - UF
Anapolis