China propõe a criação de um novo protocolo de internet

Saiba quais são as vantagens e desvantagens do novo IP.

Com o objetivo de atender a crescente demanda de Internet das Coisas (IoT), potencializar a comunicação holográfica, além de outras inovações tecnológicas, a China, em conjunto com a Huawei e as operadoras do país, está propondo um novo protocolo de internet.

Em teoria o “New IP”, ofereceria um endereçamento e gerenciamento de rede mais eficiente que o padrão atual TCP/IP. A ideia seria implementar um protocolo que permita que os dispositivos dentro de uma mesma rede se comuniquem de forma particular, sem precisar enviar informações pela internet.


Por outro lado, o novo padrão poderia ser utilizado por regimes autoritários para censurar e espionar a população. Em vez de uma internet aberta e plana, compartilhando padrões e protocolos entre todos os países, cada nação poderia ter a sua própria versão da internet.

Entre os recursos estaria, por exemplo, a opção de “desligar” a rede, o que permitiria interromper o envio de dados de uma determinada localidade. Tal medida poderia ser utilizada para silenciar ativistas, durante protestos.

VIU ISSO?

–> Governo russo pretende desconectar país da internet

–> Governo suspende serviços de telefonia e internet na Índia

–> Vivo e Claro estão bloqueando acesso a site sobre aborto seguro

Além disso, o novo IP exigiria a autorização e posterior autenticação para que um determinado usuário possa se conectar à rede. Com isso, cada pessoa seria identificada por meio de um ID, o que permitiria ao governo chinês saber exatamente quem está conectado e enviando informações.

Apesar das preocupações quanto a liberdade de expressão, a Huawei afirma que o novo padrão foi projetado exclusivamente para lidar com um novo cenário digital e não para exercer o controle sobre as pessoas.

O novo protocolo de internet deve estar disponível para testes no início do ano que vem. Segundo a fabricante, a tecnologia estará aberta a cientistas e engenheiros do mundo todo.

Com informações de Engadget e GizChina.

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.

2
DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor, FAÇA LOGIN para comentar
2 Número de Comentários
0 Número de Respostas
0 Seguidores
 
Comentário mais reagido
Comentário com mais interação
2 Autores de comentários
Felipe Santtiagoleonardo ★ ?? Autores recentes de comentários
  Acompanhar esta matéria  
o mais novo mais antigo mais votado
Notificação de
leonardo ★ ??
Colaborador

Muito preocupante. Isso tem de ser barrado pelos demais países.

Cidade - UF
RJ
Felipe
Colaborador
Felipe

pois que seja aplicado apenas ao chineses, nunca que o resto do mundo vai permitir isso, so em pais totalitário igual os asiaticos.

Cidade - UF
Goiania - GO