Oi avança na diversidade e nomeia mulher para o Conselho

Comunicado foi enviado pela operadora na última quarta-feira, 4; Conheça a nova executiva da empresa.

Imagem Ilustrativa: Mulher de negócios
Imagem Ilustrativa: KOBU Agency (Unsplash)

O Conselho de Administração da Oi (OIBR3 / OIBR4) acaba de ganhar uma presença feminina. A operadora nomeou Claudia Quintella Woods para a posição que ficou vaga, muito provavelmente pela saída de Rodrigo Abreu, atual CEO da companhia.

A executiva tem passagem por start-ups digitais e multinacionais com expertise nas áreas de vendas, marketing e planejamento estratégico.


É mestre em Administração de Negócios pela UFRJ e possui especialização sobre Empreendimentos na América Latina pela Harvard Business School.

Seu nome também pode ser visto na direção geral do Uber Brasil, aplicativo de mobilidade mundialmente conhecido.

VIU ISSO?

–> Oi tenta se livrar de multa milionária gerada por funcionário

–> Venda da Oi móvel será decidida em futura assembleia da companhia

–> Oi quer acelerar ainda mais expansão da fibra óptica

Com a inclusão, o Conselho de Administração da operadora passa a contar com 10 membros independentes e reforça seu perfil complementar, multissetorial e de larga experiência em mercados nacionais e internacionais.

A marca avança também na representatividade. Um levantamento de 2018 da SpencerStuart mostrou que a participação de mulheres no setor não chega a 10% no país.

Em números mais atualizados, há um ano, foi constatado que seis em cada dez empresas na Bolsa de Valores não possuem nenhuma mulher em seus Conselhos Administrativos.

São 424 companhias cuja cúpula decisória é 100% masculina.

Com informações de El País e VEJA

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
2 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Tauan Fontoura

O mundo está cada vez mais imbecilizado.
“diversidade” coisa mais imbecil dos últimos tempos.
Ela está lá pela sua capacidade e pronto.
Agora parece que as empresas tem que ter cota de mulheres, gays, negros pra poder ser uma empresa bem vista pela mídia.

Cidade - UF
Porto Velho RO
M V

Eu ia responder. Mas vc escreveu exatamente o que penso. ratifico sua resposta.

Cidade - UF
Manaus/AM