21/06/2024

Oi quer acelerar ainda mais expansão da fibra óptica

Operadora negocia uma assessoria para estruturar o modelo de investimento; entenda.

Imagem: Pixabay

É com frequência que acompanhamos notícias sobre a operação de fibra óptica da Oi em novas cidades brasileiras. A estratégia de reuso da infraestrutura contribui para que a operadora acelere a implantação no Brasil.

No entanto, a ideia é que a expansão fique ainda mais ágil. A empresa está em negociações finais com a consultora financeira Lazard, gestora de ativos que vai assumir o projeto.

Uma contratação que deve reestruturar o modelo de investimento e fazer com que a expansão pelo Brasil afora fique ainda mais ágil.

Desde julho de 2019, quando anunciou seu novo plano estratégico, a Oi aposta alto nos produtos oriundos do recurso. A companhia manifestou o desejo em se tornar uma “empresa de fibra” e caminha para cumprir o objetivo.

VIU ISSO?

–> Definido o novo carro-chefe de atuação da Oi

–> Influenciadora confunde Wi-fi de 5 GHz da Oi com 5G

–> Oi tem maior reajuste nas chamadas fixo-móvel

Em entrevista recente, Rodrigo Abreu, novo CEO da marca, reafirmou o foco da tele em infraestrutura e se mostrou otimista com o retorno futuro que a empresa terá.

A venda da unidade móvel, inclusive, é cogitada para que a Oi consiga garantir a operação dos próximos anos e caminhar para a liderança do mercado de internet com alta velocidade.

As primeiras semanas de 2020 foram lucrativas para a prestadora, que conseguiu também colocar o plano de negociação dos ativos não essenciais em prática.

O principal negócio foi a venda da participação na angolana Unitel, que gerou US$ 1 bilhão para o caixa da companhia. Já a venda de imóveis atraiu mais de R$ 100 milhões para os cofres da Oi.

[ATUALIZAÇÃO – 03/02/2020 9h33]

Uma nota do colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, afirmou que a contratação da Lazard faz parte da nova etapa da venda de ativos da Oi.

Ou seja, que a operadora pode vender também suas redes de fibra óptica.

Entretanto, a tele carioca já desmentiu e enfatizou que a fibra é o pilar central do seu plano estratégico.

A companhia conta com advisors, alguns já anunciados e outros em contratação, para estruturar iniciativas que assegurem seu plano de investimentos e a aceleração da expansão de seus projetos de fibra, fundamentais para sua atuaçãoesclareceu.

Com informações de Valor Econômico

1 COMENTÁRIO

Se inscrever
Notificar de
guest
1 Comentário
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários