[COMPARATIVO] Seguro para smartphone: Quanto custa? Vale a pena?

Consumidores precisam se proteger, mas pensam duas vezes antes de investirem nos seguros, que podem ter custos semelhantes ao de um novo smartphone.

Imagem Ilustrativa: Needpix
Imagem Ilustrativa: Needpix

Quem investe em um smartphone intermediário, com valores entre R$ 500 e R$ 800, não tem tanta preocupação com o aparelho como quem tem preferência pelos modelos considerados “topos de linha”, com custo acima de R$ 7 mil.

O iPhone 11 Pro Max de 512 GB, celular mais atual e badalado da Apple, custa R$ 8.639,10 à vista, com 10% de desconto no site da marca.


Já os fãs da Samsung desembolsam cerca de R$ 5.399,10 pelo Galaxy Note 10+, com 256 GB, lançamento mais recente da fabricante coreana até que comecem oficialmente a venda do Galaxy S20.

Muito além do alto valor investido em um celular, há também a enorme quantidade de dados pessoais que o aparelho carrega.

Nesse caso, boa parte dos seguros não oferece garantias. O consumidor precisa ser precavido em relação a senhas, aplicativos de nuvem e outras medidas de segurança.

Um seguro pode ter sua utilidade para qualquer modelo. Especialmente se o poder aquisitivo do consumidor for levado em consideração.

Afinal, não são todos que podem dispor de valores entre R$ 500 e R$ 1.000 mensalmente na compra de um smartphone.

Entretanto, quais são as condições? Vale a pena investir na proteção ou os custos são excessivamente dispendiosos para atual realidade macroeconômica do país?

Um seguro é acessível apenas para os donos de smartphones topos de linha ou pessoas de baixa renda também conseguem fazer a contratação?

É o que vamos entender na nova matéria especial do Minha Operadora.

Cobertura

Aqui está o item mais importante. De fato, o consumidor precisa ponderar sua contratação a partir do próprio uso.

Se o usuário for um pouco mais desleixado com o aparelho, por exemplo, precisa ter um olhar atento para escolher um seguro com todas as opções de cobertura, que vão de danos elétricos e físicos até a subtração do bem.

Caso o consumidor seja um pouco mais cuidadoso e viva em região de risco, a principal cobertura deve ser contra roubo e furto.

Confira as opções na tabela abaixo:

Porto Seguro e Vivo se destacam, afinal, são as duas únicas empresas que oferecem todo tipo de cobertura para quem faz a contratação.

No entanto, a primeira companhia leva vantagem. As operadoras atuam com seguros exclusivos para seus clientes de telefonia móvel, enquanto algumas outras disponibilizam o serviço para qualquer consumidor.

A TIM também possui uma cobertura completa, mas o nome da operadora aparece em vermelho, pois o seguro oferecido não está disponível para novas adesões, apesar de ainda ter contratos em vigência.

É imprescindível também ter uma atenção especial com as famosas “letras miúdas”.

Alguns cobrem roubo, furto qualificado (quando há vestígios), mas não consideram furtos sem comprovação, que podem ser facilmente confundidos com perdas.

Valores

Outra etapa de extrema importância na escolha final por um seguro. Oferecer mais por menos é uma informação que chama atenção do usuário e faz com que ele reveja seus critérios.

É importante observar que algumas ausências são sentidas na tabela a seguir, afinal, a contratação de determinadas empresas é feita exclusivamente pelas lojas físicas. Uma estratégia interessante para fisgar o consumidor assim que ele faz a aquisição de um novo smartphone.

Mas existe uma vantagem para os serviços online, que oferecem a contratação simples e prática via website. Confira a tabela:

Para colocação dos valores e condições das seguradoras, consideramos os seguintes critérios:

  1. Para calcular o valor do seguro de um aparelho intermediário, utilizamos o popular Galaxy J6 Plus, com valor aproximado de R$ 700.
  2. Na segunda parte, chamada de “topo de linha”, consideramos o também popular Galaxy S10 Plus, que pode ser encontrado com custo aproximado de R$ 3.500.
  3. Já para calcular o “topo de linha premium”, a base utilizada foi o atual e mais badalado modelo da Apple, o iPhone 11 Pro Max, com preço acima de R$ 7.000.

Pelos resultados, é interessante observar que a empresa responsável pela oferta mais barata para cobrir um smartphone intermediário ou topo de linha não necessariamente é a mais acessível para o modelo que consideramos “premium”.

BemMaisSeguro e Pier são empresas que se destacam nas primeiras duas categorias analisadas, mas o Ciclic (do Banco do Brasil) consegue ser mais acessível nas três etapas de análise

Americanas e Kakau também ofertam valores competitivos para os smartphones mais caros do mercado.

Mas há questões que levantam dúvidas na mente do futuro contratante: vale a pena investir em um seguro com valor semelhante ou próximo ao de um novo smartphone?

É bem provável que sim, já que o custo varia de acordo com o modelo escolhido. Quem investe no topo de linha premium, paga cerca de R$ 1.000 e R$ 1.500 para proteger seu aparelho, que tem custo entre R$ 5.000 e R$ 7.000.

REVEJA OUTRAS MATÉRIAS SOBRE O ASSUNTO:

–> Teve o seu smartphone roubado? Saiba como proceder

–> O que fazer depois de ter o celular roubado?

–> Deixe os arquivos do seu celular protegidos em caso de roubo

–> Seguro para smartphones e tablets ganha popularidade

Empresas que merecem a nossa atenção

Com valores tão próximos, quais outros critérios podem pesar na escolha por um serviço de seguro?

A primeira marca que destacamos é a Pier. Flexível, a companhia funciona por meio de convites e cobre qualquer tipo de roubo, além de ter um processo todo digital, opções econômicas e sem carência.

Outra que se destaca pelo modelo de negócio é a Vivo. Apesar de ser um serviço limitado para os clientes da operadora, até mesmo um assinante pré-pago pode ter uma cobertura.

Basta fazer a contratação do serviço por R$ 2,99 mensais e receber um valor de até R$ 500 reais em caso de dano ou roubo do aparelho.

Clientes pós-pagos e controles recebem um orçamento calculado de acordo com o modelo e pagam mensalmente, sem a necessidade de estarem com a seguradora por 12 meses ou qualquer outro período de tempo pré-determinado na contratação.

O seguro Kakau também conta com um interessante diferencial que é a proteção cibernética, trata-se de um monitoramento dos dados pessoais e emissão de alerta, caso exista algum risco para o usuário.

É um recurso que oferece até mesmo acompanhamento e rastreio do CPF.

Contratar um seguro é realmente necessário?

É agora que os dados entram em ação e acendem aquele alerta na mente de qualquer brasileiro que se preocupa com seus bens e também com o próprio bolso.

De acordo com um estudo realizado em julho de 2019, pelo Mobile Time e Opinion Box, cerca de 84% dos brasileiros têm medo de atender o celular na rua por conta de um assalto.

O mesmo levantamento enviou um questionário para 2.532 brasileiros e quase metade dos entrevistados admitiu que já sofreu roubo ou furto de smartphone.

Outro dado relevante é que não há distinção entre alvos das classes A e B e vítimas das classes C, D e E.

Confira os dados mais relevantes no infográfico abaixo:

Consideração final

Muito diferente de alguns anos atrás, o mercado de seguro para smartphones cresceu e se mostra muito mais flexível, com opções acessíveis para todas as classes.

As seguradoras que atuam por meio de parcerias com as operadoras (Claro e Vivo) e outras empresas jogam verdadeiras iscas ao deixarem a contratação exclusiva para as lojas físicas.

Dessa forma, os vendedores conseguem fisgar o consumidor após a compra de um smartphone.

Mas a dica aqui é rejeitar a proposta de seguro inicial e fazer uma pesquisa online sobre outras opções, com coberturas que vão de acordo com a demanda do usuário.

Se mesmo após uma análise o consumidor concluir que o serviço oferecido pela loja é vantajoso, há um prazo para retornar e contratar.

Enquete

Na nossa página no Facebook, perguntamos aos leitores se o celular deles possui seguro contra roubo. Das 98 pessoas que reagiram até o momento da publicação desta reportagem, 78 responderam que não fazem uso de seguro. 11 delas infelizmente já foram assaltadas. Clique no quadro abaixo e utilize a reação correspondente para deixar o seu voto também.

#Enquete – Seu celular tem seguro contra roubo? Responda utilizando a reação correspondente!Acesse www.minhaoperadora.com.br, o maior site de notícias sobre telecomunicações do Brasil.

Posted by #Minha Operadora on Saturday, January 25, 2020

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários