Durante o Digital Day, TIM realiza demonstrações com o 5G standalone

Evento conta ainda com a participação de importantes fornecedores como Huawei, Ericsson, Nokia, Samsung e Qualcomm.

Tim e 5G no Digital Day
Reprodução: Agência Brasil

Ao longo desta semana, a TIM, assim como outras empresas, está demonstrando o funcionamento do 5G em um evento realizado na Câmara dos Deputados, em Brasília, chamado de Digital Day, que vai até esta sexta-feira, 7.

Durante o evento, que acontece no Salão Negro da Câmara, as empresas apresentam soluções que abarcar diversos segmentos, como saúde e agricultura, por exemplo. Em suas demonstrações, a TIM está demonstrando o funcionamento do 5G standalone.

O CTIO da TIM, Leonardo Capdeville comemorou o evento que faz parte das comemorações relacionadas a Semana das Comunicações, organizado pelo Ministério das Comunicações (MCom).

Para ele, essa é uma oportunidade de fazer com que o 5G esteja presente na cabeça dos tomadores de decisão e, com o piloto do 5G standalone, a TIM consegue mostrar potencial da tecnologia com o hardware que vai suportar as redes definitivas do país.

Para Capdeville, com essas demonstrações, os fornecedores têm a oportunidade de saírem do campo teórico e, agora, resta aguardar pelo espectro.

VEJA TAMBÉM:

–> TIM Beta pode custar R$ 69 e ter taxa de adesão em novembro

–> TIM Beta diminui pontuação para a categoria LAB

–> TIM altera código de identificação de suas ações na Bolsa

A TIM foi a responsável pela montagem da infraestrutura de telecomunicação do Digital Day, que envolveu a ligação de uma rede de fibra óptica diretamente ao Congresso.

Assim os fornecedores realizam suas demonstrações utilizando essa infraestrutura. Entre as empresas que participam do evento estão a Huawei, Ericsson, Nokia, Samsung e Qualcomm.

Os testes realizados no local, utilizando a rede comercial montada e 100 MHz do espectro de 3,5 GHz. Com isso, o pico de navegação chegou a 1,3 Gbps e latência de 25 ms.

O CTIO da TIM explica que a latência não chegaram aos 10 ms ou 5 ms da 5G standalone porque o core da rede está em São Paulo. No entanto, após o leilão, haverá core próximo e, consequentemente, uma menor latência.

O evento, aberto pelo presidente Jair Bolsonaro, pelo ministro da Comunicações, Fábio Faria, e pelos presidentes da Câmara e do Senado, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco, respectivamente, faz parte de um total de 20 pilotos de 5G standalone que estão sendo organizados pelo governo.

Com informações de Telesíntese.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários