Fatura errada da TIM deixa cliente 3 meses sem telefone

Erro da operadora teve efeitos prejudiciais para a consumidora; entenda o ocorrido.

Ilustração - Unsplash
Imagem: Unsplash

Vamos supor a seguinte situação: você é cliente de uma operadora de telefonia, recebe uma fatura com o valor errado, se recusa a pagar e pede correção. Pouco tempo depois, a empresa simplesmente corta os serviços, com a alegação de falta de pagamento.

Foi o que aconteceu com Marisa Pereira, moradora da Vila Alzira (Zona Leste de São Paulo). A cliente da tele ficou três meses sem sua linha de telefone fixo, por conta de um erro que não foi dela.


Marisa explica que tudo virou uma bola de neve. A prestadora nunca enviou a fatura com o valor correto e os atendentes não entendiam que, para realização do pagamento, era necessário emitir a conta certa e enviar.

VIU ISSO?

–> TIM surge com pré-pago anual de 50 GB por R$ 25 mensais

–> TIM começa 2020 com mais de 70 vagas de emprego

–> OFICIAL: Conheça as cidades com 4G de 700 MHz da TIM

Ela trabalha em sua própria residência e passou três meses nesse impasse. A paulista conta que já perdeu trabalhos e entrou em desespero para resolver o caso, principalmente com o descaso da TIM em tentar uma resolução.

A solução mais rápida que encontrou foi a publicação em um importante veículo de comunicação em São Paulo. Sem processos, por enquanto.

Com isso, a TIM se manifestou e comunicou, via assessoria de imprensa, que fez contato com a Marisa e corrigiu a fatura da cliente para o valor de R$ 86,26. O desbloqueio também já foi realizado e a operadora estuda conceder uma isenção das faturas do período.

Com informações de Agora São Paulo (Folha de S.Paulo)

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de