Empresa descobre que pagou R$ 35,4 mil a mais para a Claro

Operadora foi condenada a devolver valores cobrados indevidamente.

Após perceber uma diferença entre os valores cobrados e os serviços de telefonia prestados, a Irtha Engenharia contratou uma auditoria especializada e descobriu que a Claro cobrou indevidamente R$ 35.402,10 da empresa.

No processo, que chegou a seu desfecho no último fim de semana, a Claro afirmou que a cobrança foi regular, mas, no entendimento do juiz, a operadora não apresentou as devidas provas.


Sobre aos valores apontados em auditoria e levantados em juízo, a Claro afirmou genericamente que eles correspondiam a cobrança de juros, multas e o uso de mensagens SMS. Não houve a apresentação de laudos que demonstrasse que as alegações do autor da ação eram indevidas.

Já a Irtha Engenharia, apresentou relatórios extensos e detalhados das cobranças que considera indevidas, assim como reuniu faturas e seus respectivos comprovantes de pagamento.

VIU ISSO?

–> Claro TV aumenta taxa de adesão de R$ 90 para R$ 350

–> Multa da Claro por cobranças abusivas é reduzida

–> Claro net tv cobra R$ 90 para atualizar decodificador

A empresa havia pedido o ressarcimento do dobro do valor cobrado a mais. No entanto, a Justiça de Curitiba determinou a restituição simples, com a devida correção de juros. A decisão ainda cabe recurso da operadora.

O Minha Operadora entrou em contato com a Assessoria de Imprensa da Claro e aguarda um posicionamento da empresa sobre o caso.

Com informações de CGN.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
Tatiane QJ

Se as pessoas soubessem o quanto a Claro cobra indevidamente seus clientes.

Cidade - UF
Campinas - SP