Governo chinês investiu US$ 75 bilhões na Huawei, diz jornal

Apoio ocorreu na forma de incentivos fiscais, financiamento e doações; empresa nega.

Segundo reportagem publicada pelo Wall Street Journal, a Huawei recebeu apoio financeiro estatal para impulsionar o seu crescimento global. Nas últimas décadas, o governo chinês teria investido até US$ 75 bilhões (R$ 303 bilhões), o que permitiu que a empresa oferecesse produtos e serviços com um preço 30% menor do que a concorrência.

O montante recebido foi na forma de empréstimos (US$ 46 bilhões), incentivos fiscais (US$ 25 bilhões), descontos na compra de terrenos (US$ 2 bilhões) e doações (US$ 1,6 bilhão).


A resposta da Huawei foi rápida, negando a informação e acusando o periódico de publicar informações falsas. Segundo a empresa, a expansão internacional ocorreu a partir da estratégia de reinvestir entre 10 e 15% de sua receita no desenvolvimento de novas tecnologias.

“O sucesso da Huawei é o resultado de nosso forte investimento em Pesquisa e Desenvolvimento nos últimos 30 anos, nosso foco nas necessidades dos clientes e a dedicação de nossos mais de 190.000 funcionários em todo o mundo”, afirmou a gigante chinesa.

VIU ISSO?

–> Nova estratégia dos EUA pode barrar 5G da Huawei no Brasil

–> EUA pretende financiar empresas concorrentes da Huawei

–> Perfil da Huawei surta e solta palavrões no Twitter

No comunicado publicado no Twitter, a empresa diz ainda que 90% do seu capital de giro, nos últimos dez anos, veio de receitas e financiamento externo. O subsídio do governo corresponde a apenas 0,3% de sua receita.

A Huawei finaliza dizendo que pretende tomar ações legais contra o Wall Street Journal para proteger a sua imagem.

Com informações de Wall Street Journal e Business Insider.

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.

COMPARTILHAR EM:

About Hemerson Brandão
Jornalista, gestor e produtor de conteúdo. São 8 anos trabalhando com blogs, revistas, agências e clientes corporativos. Apaixonado por ciência, tecnologia e exploração espacial.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários