Chegada do Disney+ deve afetar streaming do Telecine

Popular canal de filmes investe no streaming, mas terá grandes barreiras no futuro.

Ilustração Disney+
Imagem: shutterstock

Com a guerra dos serviços de streaming, poucos se perguntam como o mercado brasileiro será afetado. Por incrível que pareça, a gigante e já consolidada Netflix não deve ser tão prejudicada e ganhará apenas uma forte concorrência.

A grande preocupação está mesmo com os players brasileiros que tentam o crescimento no mercado. Um deles é o Telecine Play, que nasceu a partir dos populares canais de filmes presentes da TV por assinatura.


Em proximidade, está a ameaça do Disney+. O VOD do gigante estúdio de Hollywood deve aterrissar no Brasil por volta de novembro de 2020 e terá total exclusividade sobre suas produções, que não são poucas.

Parceira da companhia, a rede Telecine sempre exibiu e promoveu seus serviços com filmes da Marvel, animações da Disney e outras gigantes obras que pertencem à marca. Futuramente, isso não irá mais acontecer.

VIU ISSO?

–> Telecine Play lança plano de streaming com baixo custo

–> Filmes da Warner e Sony começam a circular nos canais Telecine

–> Assinantes Telecine ganham 50% de desconto no cinema

O contrato do Telecine com a Disney se encerra no próximo ano e os títulos do estúdio já encontraram um destino, enquanto o streaming próprio da marca não chega por aqui: o Amazon Prime Vídeo.

Portanto, a marca sequer teve chance de fazer uma negociação ou tentativa de manter os filmes que pertencem ao estúdio em seu catálogo.

ECONOMIZE! 💰 Compare os planos das operadoras de celular e escolha o mais vantajoso para você.

Exemplos interessantes são fenômenos de bilheteria como Frozen, Vingadores e outros sucessos da companhia do Mickey que não terão vida longa no Telecine. Agora, resta saber: qual será a estratégia da marca para os próximos anos?

A julgar pelo cenário, uma parceria com a Warner poderia ser uma solução lógica para a companhia. Ambas já dialogam pela disponibilização dos títulos do estúdio no Telecine, mas a exclusividade ainda é do grupo HBO, a primeira janela de exibição para as obras.

Com informações de NaTelinha

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários