Hashtag patrocinada da Oi vira espaço para reclamações

Operadora promoveu sua campanha de Black Friday no Twitter, mas a ação pode não ter tido o efeito esperado.

Divulgação Oi
Imagem: Divulgação Oi

Dona de uma das ofertas mais chamativas da Black Friday 2019, a Oi investiu pesado na divulgação da campanha. O plano pós-pago da operadora é oferecido com 100 GB de dados móveis, ligações ilimitadas e aplicativos como Netflix, Instagram, YouTube e outros sem descontar da franquia.

Há ainda outras vantagens, como o acesso a plataforma de vídeo sob demanda da marca, o Oi Play. Entretanto, a reputação da tele na telefonia pode não estar tão boa para contribuir com a venda do plano.


Afinal, muito além de uma boa oferta de dados e serviços, há um fator muito importante que pesa na decisão final de um comprador: a cobertura.

Na última quinta-feira, 14, como parte das ações publicitárias, a tele carioca promoveu a hashtag #100CoisasCom100GB. A ideia era convidar os usuários a escreverem tudo o que pode ser feito com tamanha quantidade de internet móvel.

VIU ISSO?

–> Black Friday: Oi oferta plano móvel de 100 GB por R$ 99,90

–> Oi Fibra acelera no ranking da Netflix a caminho da liderança

–> Operação de telefonia móvel da Oi já está à venda, segundo a Vivo

Entretanto, o resultado pode não ter sido o que a empresa esperava. Pois inúmeros usuários aproveitaram a oportunidade para fazer críticas, reclamações e até piadas com o nome da operadora. Abaixo, alguns tuítes:

Mas, apesar de tudo, o posicionamento da tag no topo dos trending topics no Twitter atraiu também brincadeiras e mensagens bem-humoradas até de outras empresas, como o KaBuM, que aproveitou para tentar vender smartphones.

ECONOMIZE! 💰 Compare os planos das operadoras de celular e escolha o mais vantajoso para você.

Atualmente, a prestadora se encontra na delicada posição de reverter a geração de caixa negativo registrado nos últimos meses, além da recuperação judicial.

O plano estratégico divulgado em julho segue a todo vapor, com a expansão da fibra ótica e aumento nos investimentos para conexões móveis como o 4G e 4.5G.

Uma grande desvantagem que a operadora tem, perto das concorrentes, é a ausência do espectro de 700 MHz, capaz de melhorar o alcance da conectividade de quarta geração. Entretanto, a Oi terá a oportunidade de adquirir as faixas no próximo leilão da Anatel, previsto para meados de 2020.

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
5 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários