iPhone 11 derrotou PCs em teste de processador

Chip A13 Bionic é o grande destaque do modelo e garante a vantagem para o smartphone da Apple.

Divulgação Apple
Imagem: Divulgação Apple

Quem acompanhou o lançamento do iPhone 11 sabe que o anúncio da Apple foi repleto de polêmicas e insatisfações. O design não agradou e as novidades do aparelho não soaram tão exclusivas ou inovadoras por conta do que a concorrência já oferece no mercado.

Entretanto, chegou a hora dos testes e o cobiçado lançamento da maçã não fez feio. O maior destaque do smartphone é o poderoso chip A13 Bionic, que garante uma performance sonhada por qualquer fã de tecnologia.


A medição foi feita pelo site especializado Anandtech. No SPECInt2006, medidor da capacidade de processamento em cálculos matemáticos com números inteiros, o chip da Apple venceu CPUs premium da Intel e AMD.

O A13 fez 52,82 pontos contra 54,28 do Core i9 9900K e 49,02 do Ryzen 9 3900X. Resultados impressionantes, já que colocam o smartphone para concorrer com PCs de alta capacidade.

De volta ao comparativo entre celulares, da geração anterior para a atual há um ganho de 20% em processamento.

VIU ISSO?
Edições do iPhone 11 já estão disponíveis pela TIM
Apresentação do iPhone 11 pela Apple gera ‘chuva de memes’
iPhone 11 não funciona no 4G de 700 MHz do Brasil

Ao lado do Asus ROG Phone 2 (eleito o Android mais rápido do mundo), o iPhone consegue dobrar a pontuação do aparelho no teste WebXPRT, simulador de acesso à internet.

O poderoso aparelho da Asus vem equipado com o Snapdragon 855 Plus, um dos melhores processadores que a Qualcomm oferece no momento.

No aprendizado de máquina e inteligência artificial, o iPhone 11 perde para o Galaxy S10 Plus com Exynos 9820 em uma categoria, mas vence em outras três. O aparelho da Apple também leva vantagem em testes computacionais e gráficos.

A 11ª geração do iPhone deixou até mesmo o elogiado OnePlus 7 Pro para trás nos testes realizados.

O A13 Bionic é composto por seis núcleos de processamento. Eles foram construídos em um processo de sete nanômetros, também conhecido com o CPU da Apple. A velocidade atingida é de 2,65 GHz nos núcleos de performance e 1,8 GHz nos outros.

Com informações do TechTudo

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.

Deixe um comentário

Por favor, faça login para comentar
  Acompanhar esta matéria  
Notificação de