Parque Tecnológico de Brasília fará demonstração de 5G aberta ao público

Showroom ocorrerá em até 90 dias. Iniciativa é fruto de uma parceria do Governo Federal com a Huawei.

Imagem: Brasília Encontro

Os investimentos no 5G seguem a todo vapor. Dessa vez, o Parque Tecnológico de Brasília (BioTIC) dedicará um espaço para demonstrar a nova tecnologia. Para o evento, a Huawei assinará uma parceria com o Governo nesta quarta-feira, 26.

As operações devem ser iniciadas em até 90 dias, prazo para chegada dos equipamentos, que virão diretamente da China. Todas as experiências serão abertas ao público, não restritas somente a empresas e funcionários do Parque Tecnológico.


De acordo com as informações do portal StartSe, a parceria da Huawei com o Governo Federal e o BioTIC é a primeira ação de um movimento para transformar o Parque em um polo de inovação internacional. A empresa chinesa foi uma das primeiras interessadas.

VIU ISSO?
Dona da TIM Brasil lança planos 5G a partir de 30 euros
Huawei promete altos investimentos no 5G
Nova campanha da Vivo destaca abrangência e 4.5G

Entretanto, ainda falta um grande elemento para a concretização do teste, a entrada de uma empresa com telefonia móvel. Dentro do prazo estipulado de 90 dias, as negociações com alguma operadora devem avançar e descobriremos qual delas será a responsável pela conexão de alta velocidade.

Os movimentos de inovação têm o propósito de transformar o Parque Tecnológico em uma cidade inteligente. A chegada do 5G pode favorecer o surgimento de novas tecnologias, além dos avanços com a Internet das Coisas.

No Brasil, a TIM já divulga a chegada do 5G nas redes sociais e comerciais de TV para breve em sua lista de ofertas.

ECONOMIZE! 💰 Compare os planos das operadoras de celular e escolha o mais vantajoso para você.

A Oi também realizou recentemente duas experiências abertas ao público para experimentação do 5G. A primeira no evento Rio 2C, no Rio de Janeiro e a segunda na Praia da Ferradura, em Búzios. Em uma das ativações, os visitantes tiveram a oportunidade de se conectar com uma outra pessoa e visualizar suas próprias holografias pelo óculos de realidade virtual.

Em nota para o Minha Operadora, a empresa comunica que já se prepara para a chegada do 5G, com o investimento contínuo na expansão do backbone OTN 100G, das redes core e de acesso IP (Single Edge), associada a grande capilaridade da rede de fibra tanto no backbone quanto nas redes metropolitanas, essenciais para as futuras aplicações do 5G.

As concorrentes ainda não divulgaram novidades relacionadas e focam suas atuações no 4.5G.

About Anderson Guimarães
Jornalista com cinco anos de experiência em produção de conteúdo digital. Passagens por eventos nacionais, mídias sociais e agências de publicidade. Apaixonado por tecnologia e cultura pop.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários