MP irá investigar vazamento de dados de clientes da SKY

Órgão instaurou Inquérito Civil Público para investigar as circunstâncias do suposto incidente de segurança.



O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) instaurou um Inquérito Civil Público para investigar o suposto vazamento de dados pessoais de 32 milhões de clientes da SKY Brasil. O Inquérito foi aberto na última terça-feira (11).


Provavelmente, dados de ex-clientes também foram vazados já que a SKY possui atualmente 5,2 milhões de clientes e no arquivo encontrado havia informações sobre 32 milhões de pessoas.


No início deste mês, o Minha Operadora noticiou o vazamento, que foi descoberto pelo pesquisador de segurança independente Fábio Castro. 

O especialista encontrou um arquivo com várias informações pessoais de usuários da TV por assinatura. Entre os clientes, encontram-se políticos e pessoas conhecidas nacionalmente.


VIU ISSO?



Entre os dados disponíveis havia nome completo, data de nascimento, endereço de e-mail, senha de login do serviço, endereço de IP, método de pagamento, número de telefone e endereço residencial.

Os dados eram disponibilizados sem necessidade de autenticação, por um simples comando através da web, podendo ser acessados por qualquer pessoa que soubesse onde procurar. 

O objetivo do inquérito instaurado pelo MPDFT é investigar as circunstâncias do suposto incidente de segurança, bem como apurar as responsabilidades pelos danos causados. A investigação será comandada pelo promotor Frederico Meinberg Ceroy.

Em nota, a SKY informou que está analisando o caso em parceria com o Ministério Público. “A empresa esclarece que os dados de seus clientes estão protegidos e reitera seu compromisso com a segurança da informação.”

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.


*