quinta-feira, 31 de maio de 2018

Serviço de chamadas via Wi-Fi da Vivo é suspenso pela operadora

O que você achou? 
Vivo Voz WiFi ficará indisponível pelo menos até julho de 2018.

A Vivo suspendeu, temporariamente, o “Vivo Voz WiFi”, serviço gratuito que permite que clientes façam e recebam chamadas via Wi-Fi, mesmo onde não há cobertura da operadora.

Faz um tempo que o benefício da Vivo tem sido alvo de críticas, uma vez que apareceu como uma substituição do “TU Go”, que era bem mais completo. De toda forma, ainda aparecia como uma alternativa para fazer ligações em qualquer lugar do mundo, mas como se estivesse no seu DDD de origem.



Geralmente, é possível saber quando o Vivo Voz WiFi está ativo quando, ao fazer uma chamada, o nome “Vivo” é substituído por “Voz WiFi” na tela inicial de aparelhos iPhone, ou quando um ícone de chamada Wi-Fi aparece próximo ao relógio nos aparelhos Android.

LEIA TAMBÉM:

Não é preciso baixar nada para ativá-lo, sendo necessário apenas habilitar as ligações via Wi-Fi pelas configurações do celular. De toda forma, o Vivo Voz WiFi tem um aplicativo disponível, e é nele que a operadora informa a mensagem de suspensão, que vai durar pelo menos mais um mês.

Diz que “o serviço Vivo Voz WiFi está temporariamente indisponível para realizar e/ou receber chamadas via Wi-Fi. Com previsão de restabelecimento para julho”.


Agora, será preciso esperar para ver se alguma melhoria ou expansão será anunciada para o Vivo Voz WiFi quando – e se – ele voltar a funcionar. Vale destacar que apesar de já existir a possibilidade de chamadas pelo WhatsApp, alguns clientes ainda preferem usar as ligações tradicionais, principalmente para tratar questões comerciais.

Enquanto isso, a TIM, que trabalha nas chamadas pelo 4G do VoLTE, também prometeu avançar, em 2018, com uma tecnologia semelhante e própria de chamadas pelo Wi-Fi. Atualmente, a Claro e a Porto Seguro Conecta já oferecem a opção de Wi-Fi Calling.


Um comentário:

  1. Deve ter retirado efeito "copa do mundo", ganhar dinheiro com roaming internacional.

    ResponderExcluir