InícioNotíciasDespesa com 640 mil orelhões faz Oi esperar por nova lei de...

Despesa com 640 mil orelhões faz Oi esperar por nova lei de telecom

Presidente Eurico Teles fala sobre recuperação da Oi e brinca ao afirmar que a TIM ainda vai se interessar pela companhia.

Durante o Painel Telebrasil 2018, que teve a apresentação das operadoras na quarta-feira (23), o presidente da Oi, Eurico Teles, justificou por que deseja que uma nova lei de telecom seja aprovada em breve.

Para exemplificar o impacto negativo da legislação atual, ele contou que a Oi tem 640 mil orelhões e que, no ano passado, o faturamento com o serviço foi de R$ 5,6 milhões, enquanto a despesa com a manutenção foi de R$ 320 milhões. Além disso, afirma que, hoje, todo mundo está falando de celular e ninguém quer mais fixo.







Teles chegou a citar a concorrente Vivo, dizendo que sabe a dificuldade que é manter o fixo em São Paulo, por exemplo. Também disse que a Claro e outras operadoras sabem que o fixo é vendido somente em combos, e se tornam atrativos apenas quando saem de graça para o consumidor.
“Precisamos modernizar a legislação. Precisamos que o PL 79 saia da gaveta rápido”, pede o CEO. Na terça-feira (22), a Telebrasil também falou sobre a importância da aprovação no projeto de lei para levar mais antenas e cobertura de internet no Brasil.

‘Recuperação não tem nada com falência’

Outro assunto bastante destacado durante sua apresentação foi a recuperação judicial da Oi, que, segundo Teles, aconteceu por vários motivos e não somente um. Ele contou que a operadora esteve, nesses últimos meses, voltada para seu processo de recuperação judicial, que é necessário para resolver a dívida de R$ 64 bilhões. Em sua opinião, sem essa possibilidade, a companhia iria durar dois meses.
LEIA TAMBÉM:
Ele também falou sobre a aprovação do plano pelos credores e que, depois da conversão da dívida, será feito o aumento de capital de mais de R$ 4 bilhões. Disse que a recuperação não é uma “pré-falência”, como muitos achavam, mas sim uma oportunidade para a companhia de fato se recuperar.
“Recuperação não tem nada com falência. Essa companhia atravessou a recuperação judicial e agora vai fazer a fase da conversão da dívida em capital”, disse, ao explicar que vai transformar uma dívida de R$ 49 bilhões em R$ 14 bilhões.
Teles aproveitou o momento para brincar com o CEO da TIM, Stefano De Angelis, e tirar umas risadas da plateia durante o evento: “Essa companhia volta para um patamar, e eu tenho certeza que o Stefano vai se interessar pela Oi”
Como sabemos, há anos o mercado especula sobre um possível interesse de união entre as duas companhias. Ainda sobre parcerias, o presidente chegou a comentar que, logo após a recuperação judicial, o presidente da Vivo, Eduardo Navarro, se colocou à disposição para ajudar a Oi, seja para ampliar o 4G ou trabalhar junto com algum outro projeto.
“Eu não tenho dúvida que a companhia Oi está voltando para o patamar de mercado que ela merece”, finalizou.

5 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
5 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários