InícioNotíciasEntidades defendem franquia na banda larga

Entidades defendem franquia na banda larga

Abrint e Abrasat discordam de proibição de franquia na banda larga por gerar um possível aumento de preço e uma redução da velocidade de internet.

Na última sexta-feira, 20, a Abrint (Associação Brasileira de Provedores de Internet e Telecomunicações) e a Abrasat (Associação Brasileira das Empresas de Telecomunicações por Satélites) enviaram um estudo à Anatel que aponta segundo as entidades, que é importante adotar franquia na banda larga.

O Senado aprovou em março deste ano, a proibição de planos de franquia na banda larga fixa, alterando o Marco Civil da Internet. A decisão ainda será analisada pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática (CCT) e depois deve seguir para a Câmara dos Deputados.

Em abril do ano passado, a Anatel proibiu as operadoras de telecomunicações de limitar o uso de banda larga fixa. No entanto, a medida não englobava pequenos provedores. Basílio Perez, presidente da Abrint, afirmou que apesar da infraestrutura da banda larga ter melhorado no Brasil nos últimos anos, os recursos ainda são insuficientes. O executivo também destacou que a medida acabará encarecendo o valor da internet no país e reduzindo a velocidade média dos serviços. 

Luiz Otavio Prates, presidente da Abrasat, enfatizou que não há proibição de franquia na banda larga em nenhum país do mundo e que será um retrocesso caso a ação acabe diminuindo a velocidade média da internet no país. Com informações do IDG Now. 

LEIA TAMBÉM:



4 COMENTÁRIOS

Acompanhar esta matéria
Notificação de
4 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários