Ligar do telefone fixo para celular fica mais caro

A partir de fevereiro os consumidores de celular e fixo vão sentir mais um peso nas costas: a cobrança de ICMS em assinaturas de telefonia sem franquia.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou reajuste de até 2,28% nas tarifas de ligações para telefone celular e rádio realizadas a partir de telefones fixos da operadora Vivo. As empresas Oi (1,67% / 1,03% para rádio), Sercomtel (1,35%), Claro (0,88% – apenas para celular) e Algar Telecom (0,10%) também receberam autorização para aumentar o custo das chamadas.

De acordo com a agência reguladora, o último reajuste autorizado nos preços das tarifas só ocorreu em 29 de setembro de 2015.

Mais imposto

Entretanto, lembramos aqui que as tarifas da telefonia fixa e celular já sofreram outro tipo de aumento que o consumidor começará a notar nas contas com vencimento a partir de 1º de fevereiro de 2017. É que o Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu, em 13 de outubro de 2016, que a assinatura de serviços de telecomunicações sem franquia também passará a sofrer incidência de ICMS, imposto que em alguns estados chega a representar 30% da conta telefônica. As operadoras, obviamente, jogaram mais esse tributo governamental para as ‘costas’ do consumidor.

Leia também:


About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
1 Comentário
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários