O tempo passa e o Oi Galera não consegue mostrar a que veio

Quase um ano após ser lançado, o Oi Galera parece não ter caído na graça do povo brasileiro. Seria essa uma oportunidade perdida?



No dia 13 de setembro de 2013 a operadora Oi apresentou um plano pré-pago que parecia revolucionar a categoria e pôr medo na concorrência: esse plano foi chamado de Oi Galera. Porém, passados alguns meses de lançado o plano, percebemos cada dia mais que todo o estardalhaço causado no momento de lançamento foi apenas marketing, e não mais do que isso. Nós, consumidores, pensamos que seria uma oferta que traria novidades porque vimos a operadora investir, sim, ela investiu pesado em campanhas de divulgação, desenvolveu aplicativos para redes sociais, distribuiu inicialmente o chip com o plano embarcado apenas para poucos no Rock in Rio e em seguida criou um sistema de listas e convites para distribuição, além de desenvolver sistemas de atendimento eletrônicos específicos para o plano e chips que até hoje são enviados diretamente para a casa dos interessados e não vendidos nas lojas – como se o plano fosse e pudesse ser uma raridade.

Mas, vejamos, o Oi Galera tinha tudo para decolar e não foi isso o que aconteceu? Para começar, apesar de ter havido tantas campanhas acerca da novidade, o próprio setor de marketing da empresa errou na mecânica da promoção. Ao invés de elaborar um game ou quiz (jogo de perguntas e respostas) para fazer os consumidores duelarem por um chip Oi Galera, a empresa disponibilizava listas onde qualquer um poderia se cadastrar para receber um chip do plano, o que fez os usuários perderem o interesse. Não tem como não comparar: não houve e não há aquele alvoroço por um chip como acontece até hoje com o plano TIM Beta. Isso desanimou o público!
Para piorar ainda mais, o plano só falta agora ser vendido normalmente por aí nas bancas de jornais, lojas Oi e outros pontos de venda. Recentemente, a Oi promoveu algumas alterações no contrato da oferta, e dentre as alterações estava a informação de que o valor da taxa de migração (para quem quisesse virar Oi Galera) sofreria um reajuste negativo de 90%. Isso quer dizer que cliente pré-pago comum que quisesse ter um Oi Galera pagava R$ 100 e agora paga apenas R$ 10 (o preço normal de um chip), e ainda permanece com o mesmo número. Mais facilidade para ter um plano que era para ser para poucos do que essa é difícil. Quer dizer que qualquer um pode ter um Oi Galera pagando somente o valor do chip. Porém, o aplicativo que os usuários do Oi Galera utilizam para convidar novos amigos para o plano continua funcionando. Alguém utiliza? Dificilmente.


Por falar em utilização, as contas do Oi Galera nas redes sociais estão cada vez menos em evidência. Apesar de continuarem interagindo com os usuários do planos e simpatizantes pelo Twitter e Facebook, a página do plano no Facebook ainda não passou de 25 mil curtidas e o número de seguidores no Twitter é menor que 3 mil. Se pudermos comparar (o que não deveríamos fazer): o TIM Beta no Facebook já possui mais de 1 milhão de fãs e no Twitter chove perfis falsos utilizando fotos e nomes do plano da TIM como a hashtag #TIMBetaLab após o nome do usuário na rede social, o que comprova a tamanha popularização do plano concorrente.

Para se ter uma ideia do tamanho descaso com que é tratada a mecânica do Oi Galera pela operadora que o administra, o próprio regulamento da oferta, que deveria oferecer informações atualizadas, expirou no dia 31 de julho e até agora não foi atualizado, como você pode confirmar tendo acesso a ele aqui.

Pode parecer implicância do Minha Operadora ao exigir tanto do Oi Galera. Mas provavelmente você que está lendo este artigo deva estar concordando com o que está sendo dito. Pelo menos achamos isso após termos acesso ao resultado da enquete da semana passada que divulgamos agora:






É vergonhoso! Foi difícil entender como o Vivo ON chega a ser mais atraente do que o Oi Galera para 12% dos participantes de nossa enquete passada. Mas entendemos, e creditamos a culpa principalmente a tudo o que já foi escrito acima. Ah, o TIM Beta não precisa de comentários, tamanha aceitação (81%) já diz muito sobre ele. E essa não é a primeira vez que ele se sai melhor. Em enquete que realizamos em novembro do ano passado, o plano também foi apontado como o mais utilizado pelos leitores, só que com uma porcentagem bem menor que a enquete atual. Por que o TIM Beta é tão atraente?



Isso mesmo, a tarifa mais baixa. No dia 25/08 a Oi anunciou novas promoções para o Oi Controle e para o Oi Pós-Pago, mas nada foi adicionado ou mudado no Oi Galera. Ele continua com a mesma tarifa única de sempre: R$ 0,99 quando usar qualquer serviço do plano, independente se utilizar todos ou não. Ou seja, mesmo para usuários comuns de celular, que utilizam internet, mandam mensagens ou fazem ligações pelo menos uma vezinha no dia, ele gastará um total de R$ 29,70 por mês, ou para sermos mais exatos, R$ 30,69 nos meses com 31 dias como é o caso de agosto, por exemplo. Por esse valor mensal o cliente tem 60 minutos de ligações por dia, 530 torpedos (sendo até 30 para outras operadoras), 10MB de internet, acesso ilimitado ao Oi WiFi e acesso a um aplicativo de rádio on-line.

Mas espere um pouco, num plano pré-pago comum você já tem acesso a quase tudo isso pagando até menos do que o Oi Galera. Vamos exemplificar: na promoção Tudo Por Dia ao recarregar R$ 25,00 o cliente ganha o benefício de falar até 60 minutos por dia com qualquer Oi e fixo da Oi de todo o Brasil (o mesmo benefício concedido no Oi Galera) pagando R$ 0,10 por dia. Além disso, se quiser acessar a internet e/ou enviar SMS pode utilizar os dois pagando R$ 0,75 por dia e ainda recebe 2 horas de acesso à rede Oi WiFi. Se formos somar com a taxa de manutenção da oferta de R$ 1,49, a promoção terá um custo mensal para o cliente pré de R$ 26,99.
  • 60 MINUTOS DE LIGAÇÕES – R$ 3,00 (0,10 x 30)
  • 5MB DE INTERNET E 530 SMS – R$ 22,50 (0,75 x 30)
  • TAXA DE RENOVAÇÃO DA PROMOÇÃO – R$ 1,49/mês
  • ACESSO À REDE WIFI – GRATUITO

TOTAL: R$ 26,99 por mês.

No Oi Galera:
  • 60 MINUTOS DE LIGAÇÕES
  • 10MB DE INTERNET E 530 SMS
  • ACESSO À REDE WIFI
  • OI TOCA AÍ (MÚSICA)

TOTAL: R$ 29,70 (0,99 x 30)

O plano Oi Controle também é outro que oferece – a partir de R$ 29,90 – ligações ilimitadas (não são 60 minutos) para telefones fixos e móveis da Oi de todo o Brasil e ainda disponibiliza acesso a internet. Isso só para citar promoções da própria Oi. Com muita pesquisa nas demais companhias telefônicas, o novíssimo Oi Galera torna-se ultrapassado facilmente.

Se um consumidor pode ter quase tudo (com exceção do aplicativo de música por streaming que mais parece uma rádio em que você escolhe apenas os ritmos musicais) em uma promoção de um plano pré-pago básico, por que raios ele haveria de correr atrás de um amigo para que ele o convide, para em seguida esperar cerca de duas semanas para receber em sua casa um SIM Card personalizado (essa é uma coisa boa do Oi Galera, vide o suporte para Micro SIM) para no final das contas ter quase a mesma coisa que uma promoção comum? Que jogada de marketing é essa que não se deu ao trabalho de sequer comparar as demais promoções da própria casa e ver que o Oi Galera não tem nada de significativo frente a elas?



ECONOMIZE! 💰 Compare os planos das operadoras de celular e escolha o mais vantajoso para você.



Dos visitantes que aceitaram participar de nossa enquete, 65% deles são clientes TIM Beta, outros 19% tem um chip Oi Galera e o restante (15%) possuem um plano de telefonia celular comum, sem planos especiais. O Vivo ON – o menos competitivo deles – apesar de nesta enquete ter sido apontado como mais vantajoso que o Oi Galera não é utilizado por nenhum votante, provavelmente pelas grandes limitações do plano que também não são poucas (conheça mais sobre ele aqui).

Gostaríamos de ressaltar que essa não é uma crítica para a Oi propriamente dita, mas sim uma crítica para o setor que cuida do plano Oi Galera. Também essa não é uma crítica feita somente pelo Minha Operadora, mas sim por grande parte dos nossos visitantes, prova disso é o resultado dessa enquete que apenas reforça a insatisfação de grande parte dos usuários com o plano que ainda precisa de mudanças. Sabemos que a marca “Oi Galera” está sendo bastante utilizada pela empresa também para promover atos sociais como o Torneio que levou vários peladeiros de favelas à Copa do Mundo. É importante? Lógico. Mas como produto de telefonia celular é inegável que a oferta deixa a desejar – para a maioria, não para todos, preferimos dizer assim.

Quem sabe em breve poderemos ver o Oi Galera como um plano de celular realmente competitivo, que valha a pena correr atrás, que tenha destaque e seja aprovado pelos consumidores. É isso o que queremos e esperamos! Pois a lição que aprendemos é que não adianta uma marca divulgar tanto algo, seja em casas de festas, festivais de música ou em outdoors de patrocínio de uma copa do mundo, se quando o usuário – levado pela propaganda a experimentar o produto – sente que toda aquela êxtase criada por uma coisa nova, diferente, que parecia revolucionar o mercado, não era bem aquilo que esperava.

Nesta semana….

Movimentado: é assim que podemos definir o mercado de telecomunicações brasileiro. Parece até que todas as companhias de telecom do mundo resolveram virar os olhos para cá e investir mais para colher bons frutos no futuro, nem que seja preciso comprar a rede de uma outra operadora para expandir a sua atuação e/ou eliminar a concorrência. É a Oi insinuando querer comprar a TIM da Telecom Italia. A Telefônica perto de comprar a GVT para fazer crescer suas respectivas operações no setor de banda larga fixa Brasil afora. E a Vodafone querendo adquirir umas das três maiores operadoras do país para desembarcar finalmente no Brasil. Sabemos que sobre essa questão de fusões e aquisições, somente os poderosos diretores e executivos das empresas podem decidir. Mas o que você acha de tudo isso? Apoia a fusão ou compra por parte de alguma operadora? Dê a sua opinião na enquete que está disponível durante esta semana. Nós queremos o seu olhar!
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
11 Comentários
mais antigo
mais novo mais votado
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários