Empresas de telefonia são acionadas em ação civil pública

Quatro empresas concessionárias do serviço de telefonia móvel em Mato Grosso foram acionadas pela Defensoria Pública de Mato Grosso para atender cerca de duas mil pessoas na Agrovila das Palmeiras, comunidade rural de Santo Antonio de Leverger.

A ação civil pública, com pedido de liminar, foi impetrada pelo defensor público Marcelo Rodrigues Leirião contra as empresas Oi S/A, Vivo S/A, Claro Celular S/A e TIM Celular S/A.

“Duas mil pessoas estão sem qualquer cobertura de telefonia celular, sem contar com as pessoas que residem nas proximidades. A telefonia deixou de ser um serviço para poucos e não só a população local vai se beneficiar como também os motoristas que trafegam pela BR 364 no sentido Cuiabá – Rondonópolis”, explicou Leirião.

Também foi observado que o serviço de telefonia é considerado essencial. Ainda na ação, o defensor pede que seja cobrada a multa de R$ 20 mil por dia em caso de descumprimento.

A ação é resultado do projeto Ribeirinho Cidadão, realizado entre os dias 22 de fevereiro e 8 de março passados. A iniciativa da Defensoria Pública levou uma série de serviços à população ribeirinha dos municípios de Santo Antonio de Leverger, Barão de Melgaço e Poconé.

A ação foi ingressada no juízo da Comarca de Santo Antonio de Leverger na tarde desta segunda-feira (11).

A SKY tem o plano ideal para a sua TV! Aproveite já com 50% de desconto no primeiro mês. Ligue 0800 123 2040.


COMPARTILHAR EM:

About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários