Ações da Oi caem após anúncio de saída de presidente

COMPARTILHAR:

Diante de rumores de que o presidente da Oi pode ser demitido, as ações da empresa de telefonia celular liderou as perdas do Ibovespa ontem.

Mais cedo, foi veiculado que o presidente da Oi, Francisco Valim, está em forte atrito com os controladores da empresa, chegando a uma situação insustentável. Segundo a coluna de Jardim, o motivo do descontentamento seriam os resultados de 2012.

Conforme cotação por volta das 10h50 (horário de Brasília), as ações OIBR4 tinham as maiores perdas do Ibovespa, com desvalorização de 4,47%, aos R$ 8,76. Logo em seguida, os ativos OIBR3 marcam desvalorização de 2,95%, aos R$ 9,53. No mesmo horário, o Ibovespa marcava leve alta de 0,11%.
Valim assumiu a presidência da companhia no início de agosto de 2011. Nos nove primeiros meses do ano passado a empresa viu uma deterioração em suas principais linhas do balanço quando comparado a 2011: a receita líquida da empresa caiu de R$ 20,9 bilhões para R$ 20,7 bilhões, o Ebitda (geração operacional de caixa) recuou de R$ 6,9 bilhões para R$ 6,3 bilhões e o lucro líquido passou de R$ 865 milhões para R$ 724 milhões.

Na sexta-feira a Anatel divulgou que a Oi, que por 3 meses seguidos liderava as novas adições de linhas, foi a única entre as quatro grandes operadoras do país a mostrar queda neste indicador em dezembro e perdeu 0,2% de participação de mercado, para 18,8%.

Segundo análise da equipe de análise da Ativa, esse dado reflete a liderança da empresa no ranking de reclamações do Procon. Compilando os dados de todos os Procons do Brasil, a Oi foi alvo de 120,3 mil queixas, seguida de 102,7 mil queixas contra a ClaroEmbratel e 97,6 mil contra o grupo Itaú.
About Redação Minha Operadora
Um dos principais sites de notícias sobre o setor de telecomunicações do Brasil e do mundo. Mais de 10 mil artigos publicados com cerca de 1 milhão de páginas lidas todos os meses.
Acompanhar esta matéria
Notificação de
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários