terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Conexões M2M devem chegar a 250 milhões este ano

O que você achou? 
O novo relatório da GSMA Intelligence, divulgado nesta segunda-feira (17), revela que as conexões máquina a máquina (M2M) globais atingirão um quarto de bilhão ainda em 2014. O levantamento constata ainda que as conexões M2M globais atingiram 195 milhões em 2013, crescendo a quase 40% ao ano (38% a uma taxa composta de crescimento anual - CAGR) entre 2010 e 2013. E devem chegar a 250 milhões este ano, como responsável por 2,8% de todas as conexões móveis no mundo no final de 2013, o dobro de 1,4% da participação registrada em 2010.

"Estamos vivendo em um mundo onde cada dispositivo, máquina ou aparelho pode ser conectado sem fio à internet, proporcionando uma riqueza de informações em tempo real que pode transformar a maneira como as pessoas vivem e trabalham. Para as operadoras de telefonia móvel, conectar as "máquinas" às sua redes é agora uma das principais áreas de foco", disse Hyunmi Yang, diretor de Estratégia da GSMA.

"Mas não é apenas sobre a adição de novos tipos de conexões: há uma oportunidade para as operadoras de telefonia móvel agregarem valor muito além da conectividade através do desenvolvimento de capacidades de M2M que reduzam a fragmentação e estimulem novos serviços. Por exemplo, definir soluções verticais cruzadas em APIs de rede, gerenciamento de dispositivos, segurança e big data são áreas onde as operadoras podem ajudar a impulsionar o mercado M2M," explica o executivo

De acordo com o estudo, cerca de 428 operadoras de telefonia móvel oferecem atualmente serviços M2M em 187 países, o que é equivalente a 40% das operadoras de telefonia móvel do mundo. As operadoras pesquisadas estão agora realizando implementações M2M comerciais reais, indicando que o mercado passou de um início de carreira para a fase de entrega do mercado de massa. Muitas operadoras também comentaram que elas estão se adaptando às suas estruturas organizacionais e modelos de negócios, a fim de atenderem uma variedade de indústrias verticais com soluções M2M.

O relatório indicou que a indústria automobilística é um dos mercados M2M que mais cresce. Na verdade os consumidores podem agora se beneficiar de conectividade e serviços, como no seguro de uso flexível baseado em pague o que dirigir (Pay-as-You-Drive - PAYD) e gestão de tráfego em tempo real.

"É claro que o mercado M2M passou de um período de desenvolvimento para uma fase de implantação comercial", disse Jurgen Hase, vice-presidente do Centro de Competência M2M, Deutsche Telekom. "A M2M é de grande importância estratégica para o nosso negócio com enorme potencial de crescimento em vários segmentos da indústria. Já podemos ver o impacto que terá na nossa vida quotidiana."

"A M2M interessa porque reorganiza os fluxos de trabalho para ter menos atrito. Cada vez mais nós da SingTel estamos nos concentrando em soluções que criam mais valor para nossos clientes, além da conectividade. Estamos buscando diferentes formas de aprofundar a nossa oferta", disse Zia Zaman, vice-presidente, Negócios Emergentes e Estratégia, SingTel Enterprise Group . "Inicialmente os nossos esforços eram focados em garantir que estivéssemos proporcionando excelente conectividade. Agora que isso foi alcançado, estamos nos concentrando em elevar a cadeia de valor."

"Nossos clientes estão se tornando mais sofisticados no uso da tecnologia M2M e mais conscientes das oportunidades que ela cria. Acreditamos que, alinhando-nos com a abordagem deles ao mercado, estamos criando novas e mais fortes parcerias para ajudar a expandir a adoção e utilização de M2M globalmente", Jari Salminen, desenvolvimento de negócios M2M da Vodafone.

Via Convergência Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário