15/07/2024

Grupo TIM conclui processo de venda da sua unidade de rede fixa

Operação foi avaliada em 22 bilhões de euros (cerca de R$ 131,7 bilhões), incluindo ganhos relacionados ao cumprimento de certas condições.

Nesta segunda-feira (1º), o Grupo TIM (antiga Telecom Italia), controladora da operadora brasileira TIM, concluiu a venda da sua unidade de rede fixa, a NetCo, para o fundo norte-americano Kohlberg Kravis Roberts (KKR). A operação foi avaliada em 22 bilhões de euros (cerca de R$ 131,7 bilhões), incluindo earn-outs, ganhos relacionados ao cumprimento de certas condições.

Foto: Reprodução

A data para conclusão do negócio já tinha sido anunciada nas últimas semanas. A empresa italiana explica que o valor da operação vai permitir uma redução da sua dívida financeira, que deverá ser reduzida em aproximadamente 13,8 bilhões de euros. Os custos relacionados à separação e ajustes totalizaram cerca de 400 milhões de euros. Já a desalavancagem após o negócio foi confirmada em 14,2 bilhões de euros (o que ainda depende de ajustes finais).

Com a conclusão, a infraestrutura de rede fixa e as atividades de atacado foram transferidas para a FiberCop, subsidiária da qual o Grupo TIM detinha 58% de participação. Para concluir o processo de venda, a Optics BidCo, subsidiária da KKR, adquiriu todo o capital da FiberCop.

O Grupo TIM informou que continuará tendo relações comerciais com a NetCo, mas por meio de um Contrato Master de Serviço (MAS, na sigla em inglês), com validade de 15 anos e que pode ser renovado pelo mesmo período. “Os serviços abrangidos pelo MSA serão prestados a preços de mercado e sem compromissos mínimos de compra”, diz a operadora, em comunicado.

Novos negócios

De acordo com o grupo, a venda da sua unidade de rede fixa permite “oportunidade” para adotar um novo modelo de negócio para “competir de forma mais eficaz nos mercados de consumo e empresarial” no país europeu e mais focado em serviços direcionados aos mercados de consumo e corporativo.

“A conclusão da transação com a KKR e o Ministério das Finanças Italiano é o resultado de dois anos e meio de intenso trabalho, durante os quais melhoramos a gestão da TIM e identificamos soluções industriais e financeiras que nos permitirão enfrentar os desafios futuros”, afirmou Pietro Labriola, CEO do Grupo TIM.

O negócio resultará na redução do quadro total de funcionários da empresa de 37.065 para 17.281, tendo em vista que a NetCo passa a ter uma nova dona.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários