11/07/2024

SKY venderá os serviços de internet por satélite da Amazon no Brasil

Com acordo da Vrio, SKY ficará responsável por vender antenas, cobrar o serviço em reais e prestar atendimento aos clientes.

Nesta quinta-feira (03), a Vrio, grupo dono das marcas SKY e DirecTV, fechou uma parceria com a Amazon para que seja a responsável pela comercialização do serviço de internet via satélite do Projeto Kuiper na Argentina, Brasil, Chile, Uruguai, Peru, Equador e Colômbia por meio da DIRECTV Latin America e da SKY Brasil.

No Brasil, a SKY ficará responsável pelas vendas de antenas, cobrar o serviço em reais e prestar atendimento aos clientes. O serviço fará concorrência com empresas como Starlink, Telebras, Claro, Oi, Vivo e Viasat. O foco também é levar conectividade especialmente para áreas remotas do país, como a Amazônia.

“Nós do Projeto Kuiper visitamos comunidades remotas com dificuldades de se conectar à internet, e pudemos presenciar a importância da conectividade na qualidade de vida das pessoas, e das muitas oportunidades que essa ferramenta pode criar”, disse Bruno Henriques, líder de Desenvolvimento de Negócios Latam para o Projeto Kuiper da Amazon, em nota.

De modo geral, o acordo trará novas opções de conectividade à Internet de alta velocidade e a preços acessíveis, para uma área com uma população total de aproximadamente 383 milhões de pessoas. Inclusive, para os cerca de 200 milhões de pessoas que ainda não têm acesso à internet, de acordo com o Banco Mundial.

Dario Werthein, presidente da Vrio Corp, afirmou: “Levaremos o serviço de internet por satélite da Amazon a milhões de pessoas, que será mais acessível que o da concorrência, com melhor qualidade e estabilidade e alta velocidade“.

“Estamos preocupados em reduzir a lacuna tecnológica e, mais ainda, a exclusão digital para nossas futuras gerações. E o momento é agora”, destacou Werthein.

A Amazon ainda está na fase de lançamentos dos satélites Projeto Kuiper, que inclusive, recentemente testou dois protótipos de satélites como parte de sua bem-sucedida missão Protoflight e começará a implantar sua constelação de satélites nos próximos meses. A expectativa é que ocorra as demonstrações de serviços com a Vrio e outros clientes selecionados ainda este ano, mas a venda ao público em geral deve começar no segundo trimestre de 2025.

A rede do Kuiper terá 3.326 satélites e estará disponível em todos os cantos do Brasil, sem impedimentos geográficos, e também na Argentina, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Uruguai. Os primeiros satélites do projeto foram lançados em outubro de 2023.

2 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários