18/06/2024

Governo do Pará compra antenas Starlink para conectar escolas estaduais

Além das antenas, unidades escolas também receberão equipamentos, como televisores de 50 polegadas, notebooks, nobreaks, entre outros.

Nesta segunda-feira (10), o governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou o programa “Kit Bora Estudar”, que vai levar acesso à internet para 898 escolas da rede pública de ensino do estado. Em um investimento inicial de R$ 340.7 milhões, o governo paraense contratou 1.650 antenas de internet via satélite da Starlink. A conectividade é parte do “Pará Conectado”.

Foto: Marco Santos/Agência Pará

Além das antenas que serão instaladas nas escolas, também serão entregues equipamentos multimídia com televisores de 50 polegadas, notebooks, nobreaks, entre outros itens. A previsão é que os equipamentos sejam instalados em até um mês pela empresa Via Direta, uma das representantes da Starlink no país.

“Seja uma escola numa comunidade indígena, numa comunidade quilombola, numa comunidade de ribeirinhos, no meio da floresta, possam estar conectados e com isso nós possamos gerar conteúdo para que a qualidade do ensino na capital, num centro urbano, também possa chegar às comunidades mais distantes da Amazônia”, explica o governador.

Durante o lançamento do programa, Helder Barbalho aproveitou para agradecer ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM)e ao Tribunal de Contas do Estado (TCE). “Quero fazer aqui um registro de agradecimento ao Tribunal de Contas dos Municípios e também ao Tribunal de Contas do Estado, que promoveram um importante diagnóstico, apresentando o quanto precisávamos avançar neste sentido e hoje, estamos aqui para entregar esta política pública, garantindo que todas as escolas possam estar com conectividade”.

“Quando você conecta uma escola com a internet, você está permitindo que essa comunidade também tenha acesso à internet e consequentemente possa estar conectada à rede mundial de comunicação”, destacou Barbalho.

A Secretaria de Educação do Pará promete montar 180 novas salas para educação regular presencial mediada por tecnologia, uma alternativa para atender estudantes que vivem em regiões remotas do estado. Nas salas de aula, são instalados equipamentos como, televisão, microfone, webcam, nobreak, notebook e armário, garantidos com o investimento do programa Kit Bora Estudar.

Com o investimento, o CEMEP mais do que dobra o número de localidades e de estudantes atendidos, passando a alcançar e beneficiar 314 localidades e 11,6 mil estudantes.

O programa terá uma segunda fase, onde serão instaladas 756 antenas Starlink nas demais escolas estaduais. Ainda não há informações de quando ocorrerá essa implementação, mas a meta é que todas as escolas públicas estejam conectadas à internet, incluindo aquelas localizadas em comunidades indígenas, quilombolas e ribeirinhas, para o desenvolvimento de atividades pedagógicas e para apoiar estudantes e equipes escolares.

2 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários