05/04/2024

Ministério das Comunicações leva Blitz da Telefonia para Fortaleza

Pasta das comunicações levaram a Blitz da telefonia móvel para mais uma capital do Nordeste, desta vez foi em Fortaleza.

O Ministro das Comunicações, Juscelino Filho, participou da Blitz da Telefonia Móvel em Fortaleza, realizada na praça da Imprensa Chanceler Edson Queiroz – Dionísio Torres, com início na segunda-feira.

A fiscalização avalia a qualidade da conexão e da cobertura do sinal de celular e internet em 20 pontos da região metropolitana. Juscelino Filho enfatizou a importância da ação para garantir a qualidade do serviço das operadoras e resolver problemas identificados.

Segundo ele, a iniciativa visa beneficiar mais de 2,4 milhões de pessoas, sendo concebida a partir de demandas recebidas pelo Ministério das Comunicações, incluindo reclamações sobre a qualidade da banda larga móvel e da telefonia em diversas regiões do Brasil.

“Idealizamos essa ação justamente a partir de demandas, de pedidos, que chegam ao Ministério das Comunicações, como reclamações da qualidade da banda larga móvel, da telefonia, em várias regiões do Brasil”.

Juscelino Filho enfatizou a colaboração com a Anatel e as principais operadoras de telecomunicações na elaboração da política pública. O objetivo é fornecer o melhor serviço aos consumidores, com rapidez.

“Por isso, construímos esta política pública com a Anatel. Todo trabalho é feito em conjunto com as principais operadoras, que prestam serviços de telecomunicações, para que possamos entregar o melhor serviço ao consumidor final, da maneira mais rápida possível”.

A iniciativa, liderada pelo Ministério das Comunicações em parceria com a Anatel, visa identificar e solucionar problemas de conectividade em áreas urbanas, especialmente nas regiões com cobertura deficiente, avaliando a qualidade do sinal e as velocidades de download das redes 4G e 5G.

Durante a Blitz da Telefonia Móvel em Fortaleza e região metropolitana, técnicos da Anatel estão divididos em vinte áreas para avaliar a qualidade do sinal. Além da intensidade do sinal, a velocidade da conexão também é medida.

O secretário Nacional de Telecomunicações, Hermano Tercius, destacou que, embora a avaliação geral da cidade possa ser boa, uma análise mais detalhada pode revelar problemas em áreas específicas.

“A cidade de Fortaleza, a região metropolitana, foi dividida em vinte diferentes áreas para atuação dos técnicos da Anatel, que desde a última segunda-feira estão nas ruas, trabalhando para avaliar a qualidade da telefonia móvel. Muitas vezes, na média, a cidade pode estar com uma boa avaliação. Mas fazendo uma análise mais profunda, podemos identificar problemas em um bairro específico, por exemplo”.

A Blitz da Telefonia já aconteceu em diversas capitais do Brasil, incluindo Cuiabá, João Pessoa, Belém e São Luís, como parte do Programa Nacional de Melhoria da Cobertura e Qualidade da Banda Larga Móvel, o ConectaBR.

As cidades são escolhidas com base nas reclamações da população. Após os testes, um relatório é gerado e as operadoras têm seis meses para resolver os problemas identificados pela Anatel.

Segundo o MCom, o programa estabelece parâmetros mais rigorosos, elevando a cobertura das operadoras para 95% e estabelecendo velocidades mínimas de internet de 10 mbps para 4G e 100 mbps para 5G. O objetivo é garantir um serviço de qualidade aos usuários.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários