21/05/2024

Highline constrói rede 4G em estradas do Mato Grosso do Sul

Highline tem parceria com operadora de telefonia móvel para fazer a instalação da rede 4G nas estradas do MS.

A empresa Highline construiu uma rede de celular que cobre uma extensão de 412 quilômetros ao longo das estradas no estado de Mato Grosso do Sul (MS). Durante um período de 30 dias, foram instaladas torres para a operadora TIM, que vai oferecer serviço 4G na região controlada pela Concessionária Way-112, responsável pelas estradas MS-112, BR-436 e partes da BR-158.

4G

Essa rede abrange áreas próximas às cidades de Aparecida do Taboado, Inocência, Paranaíba, Três Lagoas, Cassilândia e Selvíria, beneficiando cerca de 276 mil pessoas que residem nessa região. Além disso, o projeto inclui a cobertura de 108 escolas públicas e 46 unidades de saúde, conforme informado pelas empresas envolvidas.

Christiano Morette, que é o COO da Highline, mencionou que enfrentaram diversos desafios específicos durante a execução deste projeto.

“Tivemos vários desafios específicos neste projeto, pois a implantação de sites em rodovias tem diversas particularidades. Como consequência, agora estamos mais bem preparados para projetos semelhantes a este de cobertura de estradas”.

A TIM ativou sua rede celular em mais de 4,5 mil quilômetros de estradas pelo Brasil. Isso significa que agora as pessoas podem usar a internet da TIM em mais lugares, especialmente em estradas. A Highline, uma empresa parceira da TIM, ajudou fornecendo a infraestrutura necessária para que a TIM pudesse oferecer internet 4G em todas as estradas que são cuidadas pela concessionária Way-112. Alexandre Dal Forno, que é diretor na TIM, diz que a Highline foi muito importante nesse processo.

A próxima parte desse projeto será em 2024, quando a TIM vai instalar internet 4G em toda a extensão da rodovia MS-306, que também é administrada pela Way.

A Way-112 é uma empresa que cuida das estradas no leste do estado de Mato Grosso do Sul. Em março de 2023, eles assinaram um contrato com o governo estadual para cuidar de algumas estradas, como a MS-112 e partes das BR-158 e BR-436. Desde 27 de março do mesmo ano, a Way-112 é responsável por administrar, melhorar e manter essas estradas por 30 anos.

A concessão estadual significa que o governo do estado deu permissão para uma empresa privada cuidar de certas estradas. Neste caso, essas estradas têm um total de 412,4 quilômetros de comprimento.

Uma dessas estradas é a MS-112, que começa em Três Lagoas, onde se encontra com outra estrada chamada BR-158, e termina em Cassilândia, onde também se encontra com a mesma BR-158. Essa estrada tem 200,5 quilômetros de comprimento.

Outra parte da concessão é um trecho da BR-158 que vai de Cassilândia até o encontro com outra estrada chamada MS-306, e depois continua até a MS-444 em Selvíria. Essa parte da BR-158 tem 193,8 quilômetros.

Há também uma parte da BR-436 que está incluída na concessão. Esta estrada começa em Aparecida do Taboado, onde se junta com a BR-158, e termina na ponte rodoferroviária, cobrindo uma distância de 18,10 quilômetros. Esta estrada atravessa seis cidades: Cassilândia, Paranaíba, Aparecida do Taboado, Inocência, Selvíria e Três Lagoas.

O Grupo Way é uma empresa que cuida dessas estradas e é formada por várias outras empresas: Engenharia e Comércio Bandeirantes, Senpar, TCL Tecnologia e Construções, TORC – Terraplanagem, Obras Rodoviárias e Construções, e GLP Capital Partners. Essas empresas se juntaram para administrar as estradas sob concessão do governo estadual.

Com essa ação, a Highline expandiu sua rede de comunicação passiva para 13.500 pontos em todo o Brasil. Esses pontos incluem torres, estruturas em telhados de prédios (rooftops) e locais fechados como shoppings e estádios. A Highline é controlada pela DigitalBridge, um fundo de investimento dos Estados Unidos focado em infraestrutura digital, e tem outros investidores como a Aimco (Alberta Investment Management Corporation), Allianz e o IFC (International Financial Corporation).

2 COMENTÁRIOS

Se inscrever
Notificar de
guest
2 Comentários
Mais antigo
Mais recente Mais Votados
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários