22/04/2024

Empresa do grupo Amazon anuncia demissão em massa

Mais uma demissão em massa na big tech, dessa vez trata-se de uma empresa do grupo Amazon que deciciu fazer corte de funcionários.

A Rivian, uma empresa de veículos elétricos apoiada pela Amazon, divulgou em 21 de fevereiro que estaria reduzindo sua força de trabalho em 10%, juntamente com uma revisão para baixo significativa em suas metas de produção de veículos elétricos para o ano.

demissão

Essa decisão foi tomada após a empresa enfrentar dificuldades financeiras consideráveis no último trimestre de 2023. A empresa, que tem sido uma das pioneiras no mercado de veículos elétricos, enfrentou desafios significativos, levando a uma reavaliação de suas operações e estratégias de negócios. O corte de funcionários e a redução na produção de veículos elétricos são medidas destinadas a ajudar a empresa a se recuperar financeiramente e reequilibrar suas operações.

A Rivian, fabricante de veículos elétricos (EVs), enfrentou um prejuízo significativo de US$ 1,5 bilhão no quarto trimestre de 2023, como revelado em seu balanço financeiro. Como resultado, a empresa está tomando medidas para reduzir custos e reestruturar suas operações.

Uma das principais ações é a redução do quadro de funcionários, o que também impactará a produção de veículos elétricos em 2024. A empresa originalmente tinha planos de produzir mais de 81 mil EVs, mas agora está mantendo o número do ano anterior, que foi de 57 mil. Além disso, a Rivian planeja fechar uma de suas fábricas em Illinois como parte de sua estratégia para cortar custos.

Para aumentar a eficiência da produção, a Rivian também está planejando atualizar sua linha de produção, visando um aumento de 30% na taxa de produção. No entanto, as ações da empresa sofreram uma queda de cerca de 16% nas negociações pós-mercado após o anúncio das medidas de reestruturação.

É importante notar que essa não é a primeira vez que a empresa toma medidas para reduzir custos. Recentemente, outras empresas e produtos associados à Amazon, como Audible, Prime Video, Amazon MGM e Twitch, também enfrentaram demissões de funcionários. Este movimento indica uma tendência mais ampla dentro do conglomerado Amazon para otimizar suas operações e aumentar a eficiência financeira.

A decisão de cortes de pessoal na Rivian segue uma tendência observada no setor de tecnologia, onde várias empresas têm demitido um grande número de trabalhadores desde 2022, com uma aceleração significativa no ano passado. Um exemplo disso é a Amazon, que demitiu um total de 27 mil funcionários desde 2022.

Essas demissões podem ser atribuídas a uma série de fatores, incluindo mudanças nas demandas do mercado, reestruturações organizacionais e pressões financeiras. No caso específico da Rivian, as razões por trás dos cortes podem incluir ajustes na estratégia de negócios, necessidade de redução de custos ou outros desafios enfrentados pela empresa.

É importante ressaltar que essas demissões não apenas afetam os trabalhadores diretamente envolvidos, mas também têm um impacto mais amplo na economia e na indústria de tecnologia como um todo.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários