03/03/2024

Oi é reconhecida pelo Instituto Ethos por implementação de práticas ESG

Operadora Oi teve práticas de ESG reconhecidas pelo Instituto Ethos, que destacou alguns pontos de operações da empresa.

Celebrando seus 25 anos de existência, o Instituto Ethos prestou homenagem a diversas empresas parceiras que se destacaram na implementação de práticas relacionadas à ESG (Ambiental, Social e Governança). Entre essas empresas, a Oi foi reconhecida por seus recentes investimentos em iniciativas e ações voltadas para a redução de impactos ambientais e a criação de valor para a sociedade.

ESG

O reconhecimento à Oi pelo Instituto Ethos fundamenta-se nas ações realizadas pela companhia no contexto de práticas sociais e ambientais.

O Ethus enxergua que nos últimos anos, a empresa empreendeu esforços internos significativos para realizar uma série de iniciativas estratégicas visando o aprimoramento de suas práticas e operações. Dentre essas ações, destacam-se as seguintes:

  1. Diversificação da Matriz Energética e Promoção de Fontes Renováveis:
    A organização concentrou esforços no sentido de diversificar sua matriz energética, buscando reduzir a dependência de fontes convencionais e, simultaneamente, fomentar o uso de fontes renováveis. Esse comprometimento reflete não apenas uma responsabilidade ambiental, mas também uma estratégia de negócios alinhada com a sustentabilidade a longo prazo.
  2. Iniciativas de Reciclagem, Logística Reversa e Recondicionamento de Equipamentos:
    A empresa desenvolveu e implementou programas abrangentes relacionados à gestão de resíduos e à sustentabilidade operacional. Isso inclui iniciativas robustas de reciclagem, estabelecimento de sistemas de logística reversa para produtos e embalagens, além do recondicionamento de equipamentos. Essas ações não apenas contribuem para a redução do impacto ambiental, mas também demonstram um compromisso tangível com a economia circular.
  3. Programa de Compliance para Mitigação de Riscos e Anticorrupção:
    Reconhecendo a importância de uma governança corporativa sólida, a empresa instituiu um abrangente programa de compliance. Esse programa visa aprimorar a estrutura de mitigação de riscos, garantir práticas comerciais éticas e fortalecer mecanismos anticorrupção. Ao fazê-lo, a organização demonstra seu compromisso com a integridade, ao mesmo tempo em que busca otimizar os processos de negócio para garantir eficiência e transparência em suas operações.

Para o Instituto, essas iniciativas coletivas evidenciam a abordagem proativa da empresa na incorporação de práticas sustentáveis, éticas e eficientes em suas operações, refletindo um comprometimento global com a responsabilidade corporativa e o progresso sustentável.

A Oi adota uma Política para Transações com Partes Relacionadas e Situações Envolvendo Conflito de Interesses. Essa política tem como finalidade estabelecer normas e formalizar os procedimentos relacionados a transações desse tipo. O principal propósito é assegurar a transparência durante todo o processo, garantindo que as decisões sejam tomadas em conformidade com as melhores práticas de governança corporativa. Esse foi outro ponto que chamou a atenção do instituto.

Por fim, as práticas da Oi à transformação social, focando no letramento e engajamento pela diversidade também tem chamado atenção. Em 2022, estabeleceu o Grupo Multifuncional D&I, unindo colaboradores para abordar pilares como diversidade, inclusão e ambiente de trabalho seguro. Em 2023, lançou o programa Vozes Plurais para criar embaixadores internos.

Através do instituto Oi Futuro, a empresa apoia projetos culturais, educacionais e de inovação social em áreas como igualdade de gênero, raça, neurodiversidade, saúde mental, sustentabilidade e empreendedorismo. O programa NAVE, integrando educação ao profissional, inclui a Escola Técnica Estadual Cícero Dias, reconhecida em 2022 como a nona melhor escola pública estadual do país pelo Ideb. O diretor de Governança, Riscos e Compliance destaca que a empresa, junto aos stakeholders, promove ética, transparência, ecoeficiência, transição para economia de baixo carbono e valoriza diversidade, além de investir em educação, cultura e inovação.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários