19/04/2024

Lucro anual da TIM sobe e companhia celebra resultados da rede 5G

Operadora TIM compartilhou os resultados do trimestre com o mercado e a imprensa e celebrou alguns dados dos últimos meses.

A TIM (TIMS3) liberou os resultados do trimestre nesta segunda-feira, 06, e afirma que esse período foi marcado por um desempenho sólido nas frentes financeira, operacional e comercial. A companhia compartilhou que no lado financeiro foram registrados avanços no top line, EBITDA e lucro líquido, assim como uma forte geração de caixa operacional. 

CEO da TIM
Alberto Griselli, CEO da TIM Brasil.

Em termos de infraestrutura, a TIM disse que segue seu patamar de liderança na cobertura móvel. Além disso acrescentou que: 

“na frente comercial, continuamos nossa trajetória de inovação, buscando trazer uma experiência diferenciada para nossos clientes com iniciativas inéditas e pioneiras no mercado de telecom.”

Destaques da TIM no terceiro semestre de 2023

A operadora deu destaque para alguns valores, focando na geração de valor e transformação de receita em caixa: 

  • Crescimento da Receita Líquida: +7,9% A/A no 3T23;Consistência nas principais frentes: Receita de Serviços Móveis crescendo 7,7% A/A e Receita da TIM UltraFibra avançando 9,7% A/A no 3T23;
  • Maior ARPU Móvel da indústria: ARPU total alcançando R$ 30,2 (+21,1% A/A) no 3T23, atingindo novamente os mais elevados ARPUs já registrados tanto no Pós-pago ex-M2M (R$ 52,9; +24,7% A/A) e no Pré-pago (R$ 15,0; +17,1% A/A);
  • EBITDA Normalizado robusto (+11,6% A/A) no 3T23, com Margem EBITDA Normalizada em patamares elevados (49,7%) e sólida rentabilidade (Lucro Líquido
  • Normalizado expandindo em 53,0% A/A);
  • Maior Margem de Fluxo de Caixa Operacional no setor com 23,1% no 3T23, com mais um crescimento expressivo do EBITDA-AL Normalizado – Capex de
  • 50,9% A/A.

Resumo dos dados financeiros da operadora: 

Eventos mais importantes do trimestre

Ainda sobre a parte financeira da TIM, a operadora destacou como principais eventos dos três meses o acordo sobre o preço final da compra da Oi Móvel e o pagamento de Juros sobre Capital Próprio. 

Em relação ao pagamento da Oi, ficou decidido no dia 04 de outubro que a companhia deveria arcar com R$ 6,68 bilhões, considerando o o Ajuste Pós-Fechamento negociado no Acordo.

No dia 18 de setembro de 2023, o Conselho de Administração (“CdA”) da TIM S.A. aprovou a distribuição de R$ 425 milhões a título de Juros Sobre Capital Próprio (“JSCP”), tendo sido o dia 21 de setembro de 2023 a data para identificação dos acionistas com direito a receber tais valores. O pagamento ocorreu no dia 23 de outubro de 2023.

“Notável Desempenho Geral” 

A TIM qualificou o trimestre tendo um desempenho notável que impulsionou a receita a um crescimento sólido. 

No terceiro trimestre de 2023, a empresa teve um aumento de 7,9% na sua Receita Líquida Normalizada em comparação com o mesmo período do ano anterior, chegando a um total de R$ 6.055 milhões. Isso aconteceu principalmente devido ao bom desempenho em três áreas principais: 

(1) A Receita de Serviço Móvel cresceu 7,7% em relação ao ano anterior, devido ao bom desempenho em todos os segmentos; 

(2) A Receita da banda larga da TIM UltraFibra aumentou 9,7% em relação ao ano anterior; 

(3) A Receita de Produtos teve um impressionante crescimento de 23,5% em relação ao ano anterior, graças ao aumento das vendas e dos preços médios de aparelhos, resultado das campanhas comerciais do Apple One e do Dia dos Pais. 

No acumulado dos nove meses de 2023, a Receita Líquida Normalizada aumentou 12,1% em relação ao ano anterior, impulsionada por tendências semelhantes e pelo aumento da receita proveniente dos clientes que migraram da Oi durante o processo de aquisição.

EBITDA também teve destaque 

Segundo o relatório da operadora, o EBITDA (Lucro antes dos Juros, Impostos, Depreciação, Amortização e Equivalência Patrimonial) totalizou R$ 3.011 milhões, uma expansão de 11,6% A/A, como resultado da combinação do desempenho positivo da Receita de Serviços e de um contínuo controle de custos. Já a Margem EBITDA Normalizada manteve o patamar histórico registrado no 2T23, permanecendo em 49,7% no 3T23, representando uma evolução de 1,7 p.p. vs. 3T22. Nos 9M23, o EBITDA Normalizado cresceu 16,8% A/A, com uma Margem de 48,5% (+2,0 p.p. A/A).

Serviços em alta: 5G 

A TIM  celebra a sua posição de destaque como a maior protagonista em rede móvel do país, oferecendo cobertura em todos os 5.570 municípios. A operadora é lider tanto no 4G quanto no 5G. No trimestre, Fortaleza se juntou ao Rio de Janeiro, São Paulo, Brasilia, Curitiba, Recife e Salvador no grupo de capitais que possuem rede 5G da TIM em todos os bairros.

Esse desempenho acaba de ser reconhecido em mais uma avaliação da Opensignal, o 5G da TIM está entre as primeiras posições de um dos rankings mundiais. 

Alberto Griselli, CEO da TIM no Brasil, afirmou que esse trimestre foi um dos melhores para a companhia e isso é motivo de celebração:

“Tivemos um dos melhores trimestres da história da TIM no Brasil, marcando uma trajetória de evolução constante dos principais indicadores financeiros e operacionais. É um resultado fruto da nossa atitude protagonista.”

O executivo ainda afirmou que tem apostado em ofertas disruptivas e parcerias relevantes e agregamos inovação no atendimento, que estão focados em fornecer experiências únicas e significativas para os clientes. Por fim, ele afirmou: 

“Recentemente, por exemplo, reafirmamos nossa posição de lider em diversidade e inclusão no setor de telecomunicações global e alcançamos o 12º lugar entre as melhores empresas para trabalhar no país, marcos que nos orgulham muito e que motivam ainda mais o nosso time para seguir revolucionando o mercado.”

Outras ações 

Nos últimos meses teve ações da operadora marcadas pela parceria com a Apple, mais oferta de serviços e conteúdos digitais, além de parcerias para implantação de rede móvel em rodovias pelo interior do país.

Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários