06/04/2024

Fust é aprovado para finançar internet nas escolas públicas de MG e TO

Fust aprova financiamentos históricos para levar internet banda larga de alta qualidade a 40 escolas em regiões carentes do Brasil.

O Ministério das Comunicações (MCom) celebrou um marco significativo relacionado à melhoria da conectividade no Brasil. Os primeiros financiamentos diretos do Fundo de Universalização dos Serviços de Telecomunicações (Fust), que foram aprovados pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), foram comemorados. Esses recursos serão direcionados para a implementação de dois projetos essenciais, visando fornecer acesso à internet de banda larga de alta qualidade a 40 escolas públicas situadas em 20 cidades nas regiões da Amazônia Legal e Minas Gerais.

Internet

No total, essas iniciativas beneficiarão cerca de 6,5 mil alunos. Elas incluem a instalação de uma extensa rede de fibra ótica abrangendo aproximadamente 535 quilômetros, bem como a disponibilização de mais de 9,5 mil novas conexões ao longo das rotas que conduzem às instituições de ensino. Importante notar que essas localidades atualmente carecem de um serviço de internet adequado, o que prejudica o acesso à educação e a comunicação.

O Ministro das Comunicações, Juscelino Filho, destacou o compromisso do governo federal com a causa da conectividade da sociedade brasileira, em particular, das escolas públicas. Ele enfatizou que o Fust, após 23 anos, está sendo usado em prol da sociedade. O ministro expressou que essa conquista é de grande importância para todos os brasileiros e reconheceu o esforço da equipe do Ministério das Comunicações, do conselho gestor do Fust e do BNDES para tornar esse avanço uma realidade.

“Após 23 anos de espera para ser utilizado em benefício da sociedade, o Fust será utilizado. Portanto, essa é uma conquista de toda a sociedade brasileira”.

O presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, destacou a importância de fornecer acesso à internet nas escolas, ressaltando que isso vai além da infraestrutura. Ele enfatizou que isso significa abrir oportunidades para o futuro, permitindo que os jovens tenham acesso a mais informações e melhores chances na vida.

Mercadante enfatizou que essa é uma prioridade do governo Lula e que estão empenhados em fazer a diferença na vida de milhares de estudantes, conectando-os com o século 21 e preparando-os para os desafios de um mundo cada vez mais digital.

As operações aprovadas acontecerão através do Programa BNDES/Fust e terão um custo financeiro baseado na Taxa Referencial. É importante destacar que o BNDES é o único órgão financeiro autorizado a usar os recursos deste fundo, que foi estabelecido por lei em agosto de 2000 e que estava sujeito a contingenciamento desde então.

Um dos financiamentos, no valor de R$ 10 milhões, será direcionado para o atendimento de 14 escolas em cinco municípios localizados no extremo norte do Tocantins, dentro da região da Amazônia Legal. Estes municípios são Wanderlândia, Riachinho, Ananás, Angico e Nazaré. Além de beneficiar 2,4 mil alunos, o projeto da provedora regional Aranet Comunicação vai criar 5 mil novas conexões à internet ao longo dos 198 km de fibra ótica que serão instalados para conectar as escolas.

Em um outro empréstimo de R$ 20 milhões, 26 instituições de ensino em 15 localidades de Minas Gerais terão acesso a uma conexão de internet de alta qualidade. Essa ação terá um impacto positivo em 4,1 mil estudantes nas cidades de Belo Vale, Bonfim, Camacho, Carmópolis de Minas, Carrancas, Córrego Fundo, Crucilândia, Ingaí, Lavras, Moeda, Oliveira, Passa Tempo, Piracema, Rio Manso e Santo Antônio do Amparo. O projeto da Sempre Telecomunicações, uma das maiores empresas provedoras de serviços de internet no estado, também contempla a instalação de 4,5 mil novas conexões ao longo dos 337 km de fibra ótica que serão estendidos até as escolas.

Maximiliano Martinhão, presidente do Conselho Gestor do Fust, celebrou as primeiras operações do fundo, ressaltando a importância da união e da reconstrução para o crescimento do Brasil. Ele também expressou gratidão ao BNDES por seu apoio contínuo às políticas públicas relacionadas à conectividade de escolas públicas.

“Após anos de tentativas e com muito esforço, começaremos a ver os frutos do Fust nascendo. Esta é mais uma mensagem de união e reconstrução que o povo brasileiro precisa para sonhar e crescer. É um momento de celebração, e contamos com o BNDES para continuar apoiando as políticas públicas relacionadas ao Fust, principalmente as relacionadas à conectividade de escolas públicas”.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários