05/04/2024

MCom, Anatel e Cenad se reúnem para aprimorar sistema para alertas de desastres

Ministérios e entidades se reuniram para tratar desse serviço social após notarem que precisam de melhorias no aviso de desastres naturais.

Na tarde desta segunda-feira, 11 ocorreu uma importante reunião entre o Ministro das Comunicações, Juscelino Filho, e o Ministro da Integração e do Desenvolvimento Regional, Waldez Góes, com o objetivo de discutir estratégias para aprimorar o sistema de alertas visando a prevenção de desastres naturais no Brasil. A reunião contou com a participação de técnicos da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e do Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad).

Reunião

O motivo central dessa reunião reside na crescente ocorrência de eventos climáticos em todo o país, o que tem sobrecarregado a agenda do Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional. O Ministro Juscelino Filho enfatizou a importância da colaboração mútua entre os ministérios e a disponibilização de recursos de conectividade para apoiar as equipes de defesa civil em regiões afetadas, como é o caso do Rio Grande do Sul e outras áreas necessitadas.

Juscelino Filho também destacou a relevância de restabelecer a comunicação nessas áreas afetadas, pois isso é essencial para proteger aqueles que estão envolvidos em operações de salvamento. Ele ressaltou que a melhoria do sistema de alertas de desastres é uma prioridade em sua agenda, que já estava planejada anteriormente, e que esse serviço desempenhará um papel crucial no trabalho de prevenção de desastres.

“Eventos climáticos estão ocorrendo em todo país e a agenda do ministério de Integração e do Desenvolvimento Regional é intensa. Estamos aqui para trabalhar em parceria e apoiar essas ações em todas as localidades que foram atingidas, provendo conectividade para as equipes da defesa civil que estão lá no Rio Grande do Sul e onde mais for necessário”.

O Ministro Waldez Góes complementou a discussão ao enfatizar o compromisso com o desenvolvimento de novas tecnologias que ampliem o alcance dos alertas para atingir um número cada vez maior de pessoas. A disseminação eficaz de alertas é considerada fundamental para prevenir e minimizar os impactos dos desastres naturais no Brasil, e essa parceria entre os ministérios visa justamente aprimorar essa capacidade de resposta em situações de emergência climática.

Atualmente, os alertas são enviados por meio de SMS para os celulares dos residentes. No entanto, as mudanças em andamento visam aumentar a visibilidade desses alertas, tornando-os mais eficazes e acessíveis. Durante uma reunião ministerial, discutiu-se o cronograma para a implementação desse novo serviço, que se tornou uma prioridade cada vez maior em um cenário de mudanças climáticas cada vez mais impactantes.

No estado do Rio Grande do Sul, o governo federal anunciou uma medida importante para auxiliar as cidades afetadas pela passagem de um ciclone extratropical. Um total de R$ 741 milhões em recursos foi alocado para essas áreas. Além disso, a Telebras e o MCom colaboraram na instalação de 14 antenas satelitais, permitindo a conexão de banda larga para atender às necessidades das comunidades mais afetadas.

As agências dos Correios na região também se mobilizaram para prestar apoio às operações humanitárias em curso. Essas ações visam minimizar os impactos do desastre e fornecer assistência essencial às pessoas afetadas.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários