27/02/2024

Novo PAC receberá mais de R$ 20 bilhões para inclusão digital

Ministério das Comunicações está totalmente envolvido no novo PAC que tem como objetivo melhorar inclusão digital e conectividade no Brasil.

O Governo Federal lançou o Novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) em uma cerimônia ocorrida nesta sexta-feira, dia 11. Esse programa inclui uma novidade significativa, que é o foco na Inclusão Digital e Conectividade.

Novo PAC

Para essa iniciativa, estão destinados quase R$ 28 bilhões em investimentos. Esses recursos têm como objetivo impulsionar a inclusão digital, melhorar a qualidade da conexão à internet, ampliar o acesso à TV Digital e aprimorar os serviços postais disponibilizados para a população.

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, destacou que o propósito desse programa é direcionar os recursos e capacidades do Estado para realizar os desejos e aspirações do povo brasileiro.

Ele enfatizou que o Novo PAC vai além de ser apenas uma lista de investimentos públicos; é, na verdade, um compromisso conjunto que nasceu de um amplo diálogo entre diferentes níveis de governo, como governadores, prefeitos, e o setor privado. Esse diálogo foi fundamental para garantir que os projetos escolhidos estejam alinhados com as necessidades e anseios das populações de cada região do país.

“Muito mais do que uma carteira de investimentos públicos, o Novo PAC é um compromisso coletivo, nascido de um amplo diálogo federativo, de muita conversa com governadores, prefeitos e setor privado, para que os projetos escolhidos reflitam os anseios das populações de cada região”, disse o presidente.

O ministro das Comunicações, Juscelino Filho, enfatizou que o Brasil está entrando em uma fase nova e promissora. Nessa etapa, o foco é em investimentos significativos que têm como objetivo principal proporcionar aos cidadãos brasileiros uma maior disponibilidade de internet de alta velocidade, uma ampliação dos serviços públicos disponíveis de forma digital e um acesso aprimorado a transmissões de televisão com melhor qualidade de imagem e áudio.

O Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) representa uma conquista genuína para o país, e o Ministério das Comunicações está comprometido em empenhar esforços intensivos para assegurar que esses recursos se transformem em benefícios tangíveis para a população.

Juscelino Filho participou ativamente da cerimônia de lançamento do Novo PAC, realizada no Rio de Janeiro (RJ), onde esteve acompanhado por figuras proeminentes, como o ex-presidente Lula, outros ministros e diversas autoridades do âmbito federal e estadual.

Abaixo, estão listados os subeixos que abrangem inclusão digital e conectividade. Esses setores receberão aporte financeiro por meio do PAC durante o período de 2023 a 2026.

O que está incluso no novo PAC

Investimentos em Conectividade:

  • R$ 6,5 bilhões para escolas e unidades de saúde.
  • Iniciativas do Ministério das Comunicações e Governo Federal.

Infovias:

  • R$ 1,9 bilhões para construção/ampliação de 28 infovias.
  • Impulsiona conexão de equipamentos públicos e mercado de provedores locais.
  • Investimentos de 2023 a 2026.

Implantação 5G e Expansão 4G:

  • Maior foco de investimentos em Inclusão Digital e Conectividade.
  • R$ 18,5 bilhões (R$ 10,9 bi até 2026, R$ 7,6 bi após).

TV Digital:

  • R$ 154 milhões para melhorar programação em municípios com baixa disponibilidade de canais.
  • Investimentos de 2023 a 2026.

Serviços Postais:

  • R$ 856 milhões até 2026.
  • Modernização do parque logístico nacional.
  • Novos sistemas de triagem e centros de serviços postais.

Mais sobre o novo PAC

O Novo PAC é um programa de investimentos liderado pelo governo federal em colaboração com setor privado, estados, municípios e movimentos sociais no Brasil. Com um montante total de R$ 1,7 trilhão, dividido em R$ 1,4 trilhão até 2026 e R$ 320,5 bilhões após essa data, o programa visa impulsionar o crescimento econômico, inclusão social e reduzir desigualdades.

Os principais eixos de investimento são a inclusão digital, transporte eficiente e sustentável, infraestrutura social, cidades sustentáveis, acesso à água, transição energética, inovação industrial, educação, ciência, tecnologia e saúde.

O vice-presidente da República e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin, enfatiza que o investimento público atrai investimento privado, impulsionando o crescimento econômico e a geração de emprego e renda.

Ele destaca que o Novo PAC busca promover um desenvolvimento inclusivo, com justiça social, eficiência econômica e sustentabilidade. Na mesma linha, o ministro da Casa Civil, Rui Costa, projeta a criação de aproximadamente 4 milhões de empregos relacionados às obras do Novo PAC.

“O investimento público atrai investimento privado. Os países que mais investem são aqueles em que o PIB mais cresce e que geram mais emprego e renda. [O Novo PAC garante] desenvolvimento inclusivo, com justiça social, trabalho, reformas, eficiência economia e sustentabilidade”, disse Alckmin.

ViaMCom
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Feedbacks embutidos
Ver todos os comentários